Questões sobre Relações Públicas, Imagem e Assessoria de imprensa

Com base no texto e em conhecimentos correlatos, assinale a alternativa correta.

  • A. As assessorias são fontes passivas de informação que, de maneira organizada, amparam os anseios comunicativos nos meios interno e externo, difundindo a boa imagem para a sociedade com o objetivo de conquistar a opinião pública.
  • B. Consultoria de comunicação refere-se a um profissional interno da organização que irá desenvolver as ações de comunicação específica; já o assessor de comunicação presta serviço a uma organização que o contrata por demanda.
  • C. O profissional de comunicação atuante como assessor de comunicação possui as mesmas competências que um profissional dos veículos de massa, pois comunica por meio da mesma linguagem.
  • D. Assessoria de imprensa é, fundamentalmente, o gerenciamento do fluxo de informação e relacionamento entre fontes de informação e imprensa.
  • E. Relações públicas e assessoria de imprensa são áreas completamente distintas. A primeira está focada nas relações entre público e empresa/instituição, e a segunda se refere ao relacionamento entre imprensa e órgão público.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Entre as diversas ações comunicacionais presentes na gestão administrativa de órgãos públicos, está o “Alô Senado”, que, desde 1997, por meio da Secretaria Especial de Comunicação Social do Senado Federal, é um serviço de atendimento ao cidadão que tem possibilitado uma aproximação direta do parlamento com a sociedade. Tendo como base o exemplo apresentado, assinale a alternativa correta em relação ao papel do assessor de imprensa nos órgãos públicos.
  • A. Entre as diversas ações comunicacionais presentes na gestão administrativa de órgãos públicos, está o “Alô Senado”, que, desde 1997, por meio da Secretaria Especial de Comunicação Social do Senado Federal, é um serviço de atendimento ao cidadão que tem possibilitado uma aproximação direta do parlamento com a sociedade. Tendo como base o exemplo apresentado, assinale a alternativa correta em relação ao papel do assessor de imprensa nos órgãos públicos.
  • B. Ocupar-se exclusivamente dos aspectos em relação à opinião pública.
  • C. Abrir canais de comunicação com os públicos; a opinião pública e a sociedade em geral deve ser parte primordial de uma política de comunicação dos sistemas e das assessorias de comunicação dos órgãos públicos.
  • D. Limitar-se à esfera da divulgação de informações do governo e da assessoria de imprensa como mecanismo de autopromoção dos governantes e das respectivas ações.
  • E. Assessorar parlamentares e políticos.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O release tem mais de 100 anos de existência; pode-se afirmar que é uma das técnicas mais reconhecidas na assessoria de imprensa. Esse artifício impacta a agenda setting. Acerca dessa afirmação, assinale a alternativa correta.
  • A. O release tem como objetivo chamar a atenção do jornalista, por isso deve utilizar-se de linguagem extravagante.
  • B. A agenda setting é o modo como os jornalistas irão selecionar e publicar a notícia.
  • C. Os releases são textos longos, semelhantes a grandes reportagens e contendo detalhamento.
  • D. O modelo de pirâmide invertida não cabe ao release.
  • E. Como se trata de um resumo, o release não exige título, apenas um pequeno sutiã.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Planejar, implantar e desenvolver o processo total da comunicação, por meio de eventos e relações interpessoais e interinstitucionais, como recurso estratégico com os diferentes públicos, para gerar um conceito favorável quanto à organização, capaz de despertar no público credibilidade, boa vontade para com ela, as respectivas atividades e os respectivos produtos. Essas informações representam, dentro de uma organização, o setor de
  • A. Marketing.
  • B. Jornalismo.
  • C. Administração.
  • D. Relações Públicas.
  • E. Assessoria de Imprensa.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Você é o assessor de comunicação de uma instituição pública estadual e foi encarregado de informar sobre um programa de regularização de documentos para a população idosa carente. A verba é limitada e há necessidade de produzir um único veículo de divulgação.

No que se refere à estratégia para essa divulgação,

  • A. a segmentação é a opção mais adequada, pois permite gerar identidade com o público. Assim, pode-se optar por produzir boletim informativo com linguagem específica voltada aos idosos.
  • B. deve-se optar por produzir um informativo direcionado a todos cidadãos do estado, independentemente de classe social ou idade, pois a função da comunicação pública é dar amplo acesso à informação, mesmo que esse tipo de publicação fique mais onerosa.
  • C. segmentar a publicação apenas para os idosos seria discriminar a população de terceira idade, o que é proibido na comunicação pública. Portanto, a publicação deveria ser massificada.
  • D. como a verba é pequena, a segmentação para a população carente é recomendada e pode ser feita utilizando redes sociais, notadamente o Instagram que não sofre os bloqueios de perfil do Facebook.
  • E. mesmo com a verba pequena, é possível fazer a massificação da divulgação ao adotar o uso das redes sociais, principalmente o Instagram e o Facebook, que são as redes mais populares e que podem viralizar o conteúdo.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Considere:

O assessor de imprensa consegue emplacar no veículo de maior circulação da cidade, durante as férias de julho, uma informação considerada de baixo valor-notícia se analisada pelos critérios de noticiabilidade definidos por Nelson Traquina.

I. Graças ao valor-notícia equilíbrio, assuntos que teriam menor valor-notícia, por outros critérios, ganham espaço.

PORQUE

II. O valor-notícia equilíbrio tem relação com a quantidade de notícias sobre um determinado assunto que já existe ou que tenha sido publicado há pouco tempo.

As asserções

  • A. I e II são proposições verdadeiras e a II é uma justificativa correta da I.
  • B. I é uma proposição falsa e a II é uma proposição verdadeira.
  • C. I é uma proposição verdadeira e a II é uma proposição falsa.
  • D. I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I.
  • E. I e II são proposições falsas.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Para melhorar a postura de diretores de empresas ou órgãos públicos, quando eles participam de entrevistas, cabe à assessoria de imprensa das organizações recomendar que esses diretores participem de um(a)
  • A. media training
  • B. identidade visual
  • C. leitura diagonal
  • D. matéria recomendada
  • E. comunicação coletiva
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Entre as várias características das entrevistas coletivas, temos:

I. São indicadas para comunicar assuntos de relevância para a população ou para quem convoca.

II. Dispensam o media trainning para o porta-voz, apostando na sua naturalidade.

III. São programadas com antecedência, o que facilita a sua organização.

IV. Só devem ser convocadas em gerenciamento de crises para esclarecimentos.

Está correto o que se afirma em

  • A. I, II e III, apenas.
  • B. I e III, apenas.
  • C. II, III e IV, apenas.
  • D. II e IV, apenas.
  • E. I, II, III e IV.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Avalie as afirmações sobre Agenda-setting.

I. O conceito de “estabelecimento de agenda” (Agenda-setting) foi criado para explicar o impacto dos meios de comunicação na formação da opinião pública.

II. As decisões tomadas pelos editores e jornalistas ao selecionar e reportar a notícia têm um papel importante na construção da realidade política.

III. O processo de construção de agenda é coletivo e recíproco, ou seja, a imprensa, o público e os divulgadores do governo influenciam e são influenciados ao mesmo tempo.

IV. A cobertura da mídia influencia minimamente o público e os políticos.

Está correto apenas o que se afirma em

  • A. IV.
  • B. I e III.
  • C. II e IV.
  • D. I, II e III.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Um jornalista que trabalha na assessoria de imprensa ou de comunicação de alguma das casas do Poder Legislativo em âmbito federal deve conhecer os principais termos e práticas adotados pelos seus parlamentares. Para esse profissional, uma das normas que fazem parte de sua rotina de trabalho é
  • A. evitar citar os aparteantes de um orador nos releases produzidos pelo assessor de imprensa, para não quebrar o ritmo do texto.
  • B. conhecer as datas limite para os envios dos projetos da Lei de Diretrizes Orçamentárias e da Lei Orçamentária Anual.
  • C. usar sempre a expressão ex-senador, mesmo que a pessoa em questão esteja viva, licenciada do cargo ou tenha falecido no cumprimento do seu mandato.
  • D. fazer uso de todos os verbos dicendi disponíveis em língua portuguesa, mesmo que eles possam criar um grau de subjetivação no release.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: