Questões sobre Normalização da FCC

Ciência da Computação - Normalização - Fundação Carlos Chagas (FCC) - 2015 - TCE/SP - Agente da Fiscalização Financeira

As formas normais estabelecem algumas restrições aos valores das tabelas de um banco de dados relacional. Segundo a definição da primeira forma normal,
  • A. em uma mesma tabela não pode haver atributos com domínios distintos entre si.
  • B. não pode haver mais do que 10 atributos na composição de cada tabela.
  • C. o número de registros com valores nulos em uma tabela deve ser, no máximo, a metade do número de registros dessa tabela.
  • D. o número máximo de caracteres de cada atributo tem um valor limite.
  • E. o valor de um atributo qualquer de um registro de uma tabela deve ser constituído por um único valor do domínio desse atributo.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Considere que em um Banco de Dados (BD) há duas tabelas: RCLM_CLIENTE (Reclamações de Clientes), com cerca de 30.000 linhas, e TP_MTVO_RCLM (Tipo do Motivo da Reclamação), com 150 linhas, que atendem à área de Ouvidoria de uma organização. Considere ainda que:

− Há uma transação crítica no ambiente online que requer a leitura das duas tabelas em conjunto, pois sempre que recupera uma reclamação, precisa obter a descrição (DS_MTVO) do motivo.

− São cerca de 4.000 usuários concorrentes. Usuários com permissão executam a transação crítica 5 vezes ao dia, em média, sendo que, em uma mesma execução, milhares das linhas da tabela RCLM_CLIENTE são acessadas.

− A tabela de TP_MTVO_RCLM tem perfil estável, quase não há inclusões, alterações e exclusões.

O Administrador, considerando que é necessário que o projeto físico do BD atenda ao requisito de qualidade de “alta performance na execução da transação crítica”, propôs, corretamente:

  • A. Colocar a tabela RCLM_CLIENTE na 3a forma normal não permitindo redundar a coluna DS_MTVO. Assim, ao se fazer o JOIN das tabelas, pode-se eliminar cerca de 20.000 acessos/dia à tabela TP_MTVO_RCLM.
  • B. Desnormalizar a tabela RCLM_CLIENTE, ferindo a 3a forma normal, redundando a coluna DS_MTVO. Assim evita-se o JOIN das tabelas, eliminando cerca de 20.000 acessos/dia à tabela TP_MTVO_RCLM. A estabilidade da coluna DS_MTVO foi fundamental para esta decisão.
  • C. Colocar a tabela TP_MTVO_RCLM na 3a forma normal, não permitindo redundar a coluna DS_MTVO. Assim, ao se fazer o JOIN das tabelas, pode-se eliminar cerca de 20.000 acessos/dia à tabela RCLM_CLIENTE.
  • D. Desnormalizar a tabela TP_MTVO_RCLM, ferindo a 1a forma normal, ou seja, redundar a coluna DS_MTVO. Assim, ao se realizar o JOIN das tabelas, eliminam-se cerca de 20.000 acessos/dia à tabela RCLM_CLIENTE. A estabilidade da tabela TP_MTVO_RCLM foi garantida nesta decisão.
  • E. Criar uma 3a tabela através do operador UNION, combinando os resultados da transação crítica em um único result set, inserindo- os como linhas desta tabela, a partir de todas as queries envolvidas na execução. Isso é possível, pois o número e a ordem das colunas não são idênticos em todas as queries.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Diz-se que uma tabela está na primeira forma normal, quando ela
  • A. não contém chaves primárias ou estrangeiras compostas.
  • B. contém apenas dados relevantes para o negócio.
  • C. possui dados redundantes.
  • D. não contém tabelas aninhadas.
  • E. possui atributos não dependentes da chave primária.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Uma tabela encontra-se na segunda forma normal (2FN), quando, além de estar na primeira forma normal (1FN),
  • A. contém chave estrangeira composta de mais de uma coluna.
  • B. contém tabelas aninhadas.
  • C. não contém dependências parciais de colunas não chave em relação à chave primária.
  • D. não contém chave primária composta de mais de uma coluna.
  • E. não contém dependência completa de colunas não chave em relação à chave primária.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Uma dependência funcional transitiva ocorre quando um atributo, além de depender da chave primária da entidade, depende de outro atributo ou conjunto de outros atributos não identificadores da entidade. Um exemplo de dependência transitiva pode ser encontrado em um sistema acadêmico universitário hipotético, no qual em uma entidade “aluno” fosse mantida a informação “escola de origem” e “endereço da escola de origem”. O endereço é dependente da escola, que depende do identificador do aluno. Assim, para normalizar, criamos a entidade escola, contendo nome e endereço (e outros campos necessários), eliminamos esses campos da entidade “aluno”, e finalmente criamos o relacionamento entre aluno e escola. Estando uma tabela normalizada para a forma normal anterior e, se for aplicado a normalização explicada acima, ela estará na
  • A. quinta forma normal.
  • B. quarta forma normal.
  • C. segunda forma normal.
  • D. sexta forma normal.
  • E. terceira forma normal.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Com relação à normalização, diz-se que uma entidade está na

  • A.

    1FN quando todos seus atributos (na estrutura) possuir repetições.

  • B.

    2FN quando nenhum dos seus atributos não chave dependem unicamente da chave.

  • C.

    3FN quando todos os seus atributos não chave não dependem de nenhum outro atributo não chave.

  • D.

    4FN quando não ocorrer dependência multivalorada mesmo com a entidade na 3FN.

  • E.

    5FN quando ela não pode ser subdividida para evitar redundâncias, mesmo com a entidade na 4FN.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

É correto que uma relação está na

  • A.

    2FN se, e somente se, todos os domínios básicos contiverem mais de um valor discreto periódico.

  • B.

    2FN se, e somente se, estiver na primeira e todos os atributos não chave forem totalmente dependentes da totalidade da chave primária.

  • C.

    2FN se, e somente se, estiver na primeira e todos os atributos não chave forem dependentes não transitivos da chave primária.

  • D.

    3FN se, e somente se, ela estiver na segunda e todos os atributos não chave contiverem mais de um valor discreto periódico.

  • E.

    3FN se, e somente se, todos os domínios básicos forem multivalorados.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O modelo de dados apresentado na figura abaixo é de uma clínica médica. Nessa clínica, o paciente agenda por telefone uma consulta com um médico especializado em uma única área.

Não foram usados acentos, símbolos ou espaços nos nomes das entidades e atributos, pois isto pode causar problemas em muitos dos softwares utilizados para implementar o modelo.

Para que as tabelas referentes ao modelo estejam na segunda FN é necessário

  • A.

    mudar a ordem da cardinalidade dos relacionamentos, já que são originários de um relacionamento N para N entre MEDICO e PACIENTE.

  • B.

    retirar os atributos EspecialidadeMedico e DiagnosticoConsulta da tabela CONSULTA e colocá-los na tabela MEDICO, pois esses atributos são dependentes apenas do atributo CRMMedico.

  • C.

    criar um atributo chave primária chamado CodigoConsulta na tabela CONSULTA e definir os atributos CodigoPaciente, CRMMedico, DataConsulta e HoraConsulta como atributos não chave primária.

  • D.

    retirar o atributo EspecialidadeMedico da tabela CONSULTA e colocá-lo na tabela MEDICO, pois o atributo EspecialidadeMedico é dependente apenas do atributo CRMMedico.

  • E.

    mudar os atributos DataConsulta e HoraConsulta para a tabela PACIENTE, já que é o paciente que agenda a consulta. Logo, esses atributos são dependentes apenas do atributo CodigoPaciente.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Uma empresa possui informações sobre as horas extras trabalhadas de seus funcionários em uma tabela que, além de outras colunas, contém as colunas de horário de entrada e horário de saída e o valor total a ser pago pelas horas trabalhadas. Baseado nas informações apresentadas, é correto afirmar que esta tabela

  • A.

    encontra-se na segunda forma normal.

  • B.

    encontra-se na primeira forma normal, mas não na segunda forma normal.

  • C.

    encontra-se na segunda forma normal, mas não na terceira forma normal.

  • D.

    não encontra-se na primeira forma normal.

  • E.

    encontra-se na terceira forma normal.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Em relação à normalização de dados, considere:

I. Se existir um atributo multivalorado, deve-se criar um novo atributo que individualize a informação multivalorada.

II. Se existir um atributo não atômico, deve-se dividi-lo em outros atributos que sejam atômicos.

III. Todos os atributos primos devem depender funcionalmente de toda a chave primária.

Os itens I, II e III referem-se direta e respectivamente a

  • A.

    1FN, 1FN e 2FN.

  • B.

    1FN, 2FN e 2FN.

  • C.

    1FN, 2FN e 3FN.

  • D.

    2FN, 2FN e 3FN.

  • E.

    2FN, 3FN e 3FN.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão: