Questões sobre Geral da ESAF

A empresa Infinitive Ltda., empresa de auditoria independente, recebeu uma resposta verbal a uma solicitação de confirmação. Após obter essa confirmação, o auditor solicitou à parte que formalizasse por escrito diretamente para ele e não obteve resposta. Nesta situação o auditor
  • A. descarta definitivamente o procedimento, porque o mesmo não se enquadra na definição de confirmação externa direta.
  • B. aceita o procedimento, uma vez que adotou procedimento de confirmação suficiente.
  • C. classifica como confirmação negativa e valida a área auditada.
  • D. procura outra evidência de auditoria para suportar as informações da resposta verbal.
  • E. ressalva o relatório de auditoria, evidenciando a falta de sucesso na circularização.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Os administradores da empresa Jatobá S.A. definiram que as contingências trabalhistas deveriam ser constituídas pelos valores das causas já perdidas em segunda instância. Esta distorção é classificada como:
  • A. factual.
  • B. de julgamento.
  • C. projetada.
  • D. estatística.
  • E. contingencial.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Conforme diagrama a seguir, pode-se afirmar que os números identificam as seguintes dimensões de desempenho:

  • A. 1. Efetividade 2. Economicidade 3. Eficiência 4. Eficácia
  • B. 1. Economicidade 2. Efetividade 3. Eficiência 4. Eficácia
  • C. 1. Efetividade 2. Economicidade 3. Eficácia 4. Eficiência
  • D. 1 Eficácia 2. Economicidade 3. Eficiência 4. Economicidade
  • E. 1. Efetividade 2. Eficiência 3. Economicidade 4. Eficácia
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Auditoria - Geral - Escola de Administração Fazendária (ESAF) - 2014 - RFB - Auditor Fiscal da Receita Estadual

Em relação às estimativas contábeis realizadas pela empresa auditada, o auditor independente deve:
  • A. sempre que constatar possível tendenciosidade da administração, concluir que as estimativas contábeis estão inadequadas, ressalvando o relatório.
  • B. periodicamente exigir da administração e de seus advogados carta de responsabilidade pelas estimativas efetuadas, eximindo a auditoria de avaliar os cálculos e premissas.
  • C. revisar os julgamentos e decisões feitos pela administração na elaboração destas estimativas contábeis, para identificar se há indicadores de possível tendenciosidade da administração.
  • D. reavaliar as premissas e cálculos e, quando discordar, determinar a modificação dos valores contabilizados, sob pena de não emitir o relatório de auditoria.
  • E. aceitar os valores apresentados, por serem subjetivos e de responsabilidade da administração e de seus consultores jurídicos ou áreas afins.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Auditoria - Geral - Escola de Administração Fazendária (ESAF) - 2014 - RFB - Auditor Fiscal da Receita Estadual

É correto afirmar que:

1. a firma de auditoria tem por obrigação estabelecer e manter sistema de controle de qualidade para obter segurança razoável que a firma e seu pessoal cumprem com as normas profissionais e técnicas e as exigências legais e regulatórias aplicáveis.

2. a firma de auditoria deve estabelecer e manter sistema de controle de qualidade para obter segurança razoável que os relatórios emitidos pela firma ou pelos sócios do trabalho são apropriados nas circunstâncias.

3. o objetivo do auditor é implementar procedimentos de controle de qualidade no nível do trabalho que forneçam ao auditor segurança razoável de que a auditoria está de acordo com normas profissionais e técnicas e exigências legais e regulatórias aplicáveis.
  • A. Todas são falsas.
  • B. Somente 1 e 2 são verdadeiras.
  • C. Somente a 3 é verdadeira.
  • D. Somente a 2 é falsa.
  • E. Todas são verdadeiras.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Auditoria - Geral - Escola de Administração Fazendária (ESAF) - 2014 - RFB - Auditor Fiscal da Receita Estadual

No relatório de auditoria, deve ser divulgado que os procedimentos selecionados dependem do julgamento do auditor, incluindo a:
  • A. avaliação dos riscos de não conformidades nas demonstrações contábeis, sempre causadas por fraudes.
  • B. estimativa dos riscos de distorção relevante nas demonstrações contábeis, exclusivamente causadas por erro, sendo de responsabilidade da administração a ocorrência de fraudes.
  • C. identificação de todos os riscos de distorção nas demonstrações contábeis e no relatório da administração, independentemente se causada por fraude ou erro, determinando sua materialidade.
  • D. gestão dos riscos de distorção relevante nas demonstrações contábeis, identificadas na matriz de riscos, causada exclusivamente por erro.
  • E. avaliação dos riscos de distorção relevante nas demonstrações contábeis, independentemente se causada por fraude ou erro.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Auditoria - Geral - Escola de Administração Fazendária (ESAF) - 2014 - RFB - Auditor Fiscal da Receita Estadual

A eficiência da auditoria na definição e utilização da amostra pode ser melhorada se o auditor:
  • A. aumentar a taxa de desvio aceitável da amostra, reduzindo o risco inerente e com características semelhantes.
  • B. diminuir o percentual a ser testado, mas utilizar a seleção não estatística para itens similares.
  • C. concluir que a distorção projetada é maior do que a distorção real de toda a amostra.
  • D. estratificar a população dividindo-a em subpopulações distintas que tenham características similares.
  • E. mantiver os critérios de seleção uniformes e prédefinidos com a empresa auditada.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Auditoria - Geral - Escola de Administração Fazendária (ESAF) - 2014 - RFB - Auditor Fiscal da Receita Estadual

São características do auditor experiente possuir experiência prática de auditoria e conhecimento razoável de:
  • A. processos de auditoria, normas de auditoria e exigências legais aplicáveis.
  • B. normas de auditoria e exigências legais aplicáveis e processos judiciais cíveis dos diretores.
  • C. ambiente de negócios em que opera a entidade e negócios estratégicos realizados pelos seus concorrentes.
  • D. assuntos de auditoria e de relatório financeiro relevantes à atividade da entidade e das atividades dos conselheiros em outras empresas.
  • E. processos sigilosos e fórmulas dos produtos registradas pela empresa e pelos seus concorrentes.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Auditoria - Geral - Escola de Administração Fazendária (ESAF) - 2014 - RFB - Auditor Fiscal da Receita Estadual

A empresa Orion S.A. realizou a contagem de seus estoques (inventário físico), em 31 de outubro de 2013. O auditor foi contratado para realizar a auditoria das Demonstrações Contábeis de 31 de dezembro de 2013. Em relação ao inventário, deve o auditor:
  • A. validar a posição apresentada nas demonstrações contábeis de 31 de dezembro de 2013, uma vez que foi atendida a exigência de inventariar os estoques, uma vez ao ano.
  • B. solicitar nova contagem de inventário em 31 de dezembro de 2013 ou na data do início dos trabalhos de auditoria, sendo sempre obrigatória sua presença e participação na contagem física e aprovação dos procedimentos de inventário.
  • C. exigir que seja elaborada nota explicativa evidenciando a posição do inventário em 31 de outubro de 2013, ressalvando a posição do inventário em 31 de dezembro de 2013, esclarecendo que não houve contagem das posições de estoques entre 31 de outubro e 31 de dezembro de 2013
  • D. executar procedimentos para obter evidência de auditoria de que as variações no estoque, entre 31 de outubro de 2013 e 31 de dezembro de 2013, estão adequadamente registradas.
  • E. limitar sua avaliação a posição de estoques apresentada em 31 de outubro de 2013, restringindo o escopo de seu trabalho na área de estoques, aos saldos apresentados nesta data.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Auditoria - Geral - Escola de Administração Fazendária (ESAF) - 2014 - RFB - Auditor Fiscal da Receita Estadual

É permitido ao auditor externo, durante o processo final de montagem dos arquivos da auditoria concluída, modificar os documentos de auditoria. Não se inclui como modificação possível
  • A. apagar, descartar ou destruir documentação superada.
  • B. acrescentar referências cruzadas aos documentos de trabalho.
  • C. substituir carta de circularização dos advogados, com nova posição das contingências.
  • D. conferir itens das listas de verificação, evidenciando ter cumprido os passos pertinentes à montagem do arquivo.
  • E. documentar evidência de auditoria que o auditor obteve antes da data do relatório de auditoria.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: