Primigesta, 23 anos de idade, vai à consulta relatando p

Medicina - Geral - Instituto Americano de desenvolvimento (IADES) - 2016 - SES/DF - Médico Residente de Acesso Direto

Primigesta, 23 anos de idade, vai à consulta relatando perda de líquido, via vaginal, em pequena quantidade, de aspecto claro. Nega contrações e refere boa movimentação fetal, mas está apreensiva, pois encontra-se com 35 semanas de gestação. Ao exame especular, observa-se vagina úmida, com colo uterino fechado.

Com base nesse caso hipotético, julgue os itens a seguir.

Confere-se certeza, em caso de dúvida diagnóstica, à hipótese de ruptura prematura de membranas ovulares, realizando uma ecografia com diminuição do líquido amniótico.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Questões extras

Na indexação de assuntos, o processo que envolve a representação da análise conceitual mediante um termo ou termos extraídos de um vocabulário é a:

Resolva a questão aqui ›


O quadro jurídico-constitucional dos empréstimos compulsórios é sensivelmente diverso daquele contido na Constituição Federal de 1967. Não pela circunstância de que, agora, o instituto esteja com sua configuração tributária nitidamente exposta, tornando-se difícil sustentar posições dissonantes, mas, sobretudo, porque a disciplina normativa é diferente. Conclui-se que o caráter tributário dos empréstimos compulsórios está definitivamente assentado na Constituição. Sendo o empréstimo compulsório tributo, marque V para verdadeiro ou F para falso e, em seguida, assinale a alternativa correta.

( ) Os empréstimos compulsórios são tributos afetados à despesa que lhes dá causa de legitimidade.

( ) Os empréstimos compulsórios devem respeitar os princípios da anterioridade e anualidade.

( ) A lei complementar não é o único veículo normativo idôneo à criação do tributo. Exemplo disso foi a edição da Lei nº 8.024/1990, que é ordinária, e reteve os saldos de depósitos à vista, cadernetas de poupança, e outros ativos financeiros, acima dos limites estipulados no mesmo diploma.

( ) A lei complementar, reguladora do empréstimo compulsório, deverá definir a hipótese e consequências normativas, em todos os seus aspectos, além das obrigações acessórias e sanções imputáveis, dentro do amplo campo de competência privativa ou residual da União, vedada apenas a invasão de competência, com exceção feita ao caso de guerra, conforme dispõe o artigo 154, inciso II, da Constituição Federal.

( ) É possível que uma lei complementar, de forma abstrata e genérica, defina as “situações” que autorizam a criação do tributo, prevendo sua cobrança automática toda vez que advier a calamidade pública ou a guerra.

Resolva a questão aqui ›


Assinale a alternativa correta, de acordo com o texto constitucional vigente.

Resolva a questão aqui ›