Acerca de estacas do tipo hélice contínua, julgue os iten...

Acerca de estacas do tipo hélice contínua, julgue os itens que se seguem.

A utilização de estacas do tipo hélice contínua possibilita alto controle de arrasamento e baixa perda de concreto.

  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Questões extras

No que se refere à leitura e interpretação de desenhos mecânicos, julgue os próximos itens.

As três vistas ortográficas principais (frontal, superior e lateral esquerda) por vezes não conseguem esclarecer suficientemente a forma de objeto mais complexo. Além de outros recursos, pode-se aumentar o número de vistas para seis. No primeiro diedro o posicionamento das vistas é feito segundo a representação na figura acima.

Resolva a questão aqui ›


Com respeito à gestão do clima e da cultura organizacional, julgue os itens que se seguem.

O clima organizacional pode e deve ser gerenciado por meio de estratégias como desenvolvimento gerencial.

Resolva a questão aqui ›


Questão de Língua Portuguesa

Os dados da tabela, a seguir, servirão para a resolução das duas próximas questões: Observando atentamente os dados da tabela, que correspondem às unidades federativas do Brasil, considere as informações abaixo quanto à validade do conteúdo apresentado:

I – A Zona Franca de Manaus localiza-se no estado marcado como “c”, sendo este o segundo menor estado brasileiro em extensão territorial.

II – A Serra dos Carajás localiza-se no estado marcado como “e’”, área esta famosa pelas suas grandes jazidas de ferro.

III – A Usina de Tucuruí, a maior usina hidrelétrica da Região Norte, localiza-se no estado marcado com a letra “g”.

IV – O estado marcado com a letra “d” é o de Roraima, cujo crescimento percentual populacional, no período de 2000 a 2010, foi o menor, quando comparado aos de outros estados da mesma região.

V – Respectivamente, as capitais dos estados marcados com as letras “b”, “c” e “e” são Rio Branco, Manaus e Belém.

São verdadeiras apenas as afirmações:

Resolva a questão aqui ›