Questões de Contabilidade Privada de IR e Lucro Real

Pesquise mais Questões de Contabilidade Privada de IR e Lucro Real abaixo,

VUNESP - MPE - ES - Agente Técnico - Contador - 2013
Contabilidade Privada / IR e Lucro Real

Considere o enunciado a seguir para responder a questão.


Uma empresa prestadora de serviços, Serve Tudo Ltda.,
optante pelo regime de tributação pelo lucro presumido, faturou
no primeiro trimestre de 2013 o montante de R$ 2.170.000,00,
sendo R$ 800.000,00 em janeiro, R$ 700.000,00 em fevereiro
e R$ 670.000,00 em março.


Calcule o valor da contribuição social devida no trimestre:

a) R$ 60.450,00.
b) R$ 62.496,00.
c) R$ 66.760,00.
d) R$ 77.200,00.
e) R$ 78.496,00.

VUNESP - MPE - ES - Agente Técnico - Contador - 2013
Contabilidade Privada / IR e Lucro Real

Considere o enunciado a seguir para responder a questão.


Uma empresa prestadora de serviços, Serve Tudo Ltda.,
optante pelo regime de tributação pelo lucro presumido, faturou
no primeiro trimestre de 2013 o montante de R$ 2.170.000,00,
sendo R$ 800.000,00 em janeiro, R$ 700.000,00 em fevereiro
e R$ 670.000,00 em março.


Calcule o valor do imposto de renda principal e adicional, respectivamente:

a) R$ 101.500,00 e R$ 56.550,00
b) R$ 102.340,00 e R$ 60.546,00
c) R$ 104.160,00 e R$ 63.440,00
d) R$ 106.104,00 e R$ 65.440,00
e) R$ 107.123,00 e R$ 66.340,00

CESGRANRIO - Liquigás - Profissional Júnior - Ciências Contábeis - 2013
Contabilidade Privada / IR e Lucro Real

Em uma empresa optante pela apuração do Imposto de Renda com base no Lucro Real, a equipe do setor fiscal estava em discussão acerca de despesas que deveriam ser excluídas e adicionadas à base de cálculo do imposto de renda. A equipe consultou o Regulamento do Imposto de Renda e constatou que um dos itens que NÃO precisa ser adicionado é o seguinte:

a) participações pagas a administradores.
b) despesa com propaganda.
c) montante da CSLL, quando registrado como despesa operacional.
d) amortização de ágio pago na aquisição de participações societárias avaliadas pelo MEP.
e) multa fiscal paga pela empresa, por infrações fiscais ou transgressões a normas de natureza não tributária.

ESAF - Ministério da Fazenda - Analista Técnico - Contador - 2013
Contabilidade Privada / IR e Lucro Real

A legislação do Imposto de Renda permite às empresas a postergação, para exercícios futuros, do pagamento desses impostos relativos a determinados lucros já contabilizados, por meio do imposto de renda diferido. Sobre este, assinale a opção incorreta.

a) O diferimento do Imposto de Renda é feito somente para fins fiscais no LALUR, não alterando o lucro líquido na contabilidade, pois, em função do regime de competência, na contabilidade não há postergação do reconhecimento do resultado.
b) O passivo fiscal diferido deve ser reconhecido às alíquotas aplicáveis ao exercício em que o passivo seria devido.
c) A entidade deve reconhecer esses efeitos fiscais por meio da contabilização do passivo fiscal diferido, no exercício em que ocorrer.
d) Quando a receita ou o lucro se tornarem tributáveis, o valor constante da conta de Provisão para Imposto de Renda Diferido será transferido para a conta de Provisão para Imposto de Renda no Passivo Circulante, não alterando o resultado desse período.
e) Constitui exemplo de Imposto de Renda Diferido o ganho de capital na venda a prazo de bens do ativo imobilizado, cujo preço deva ser recebido, no todo ou em parte, após o término do ano-calendário subsequente.

VUNESP - Câmara São Carlos - Contador - 2013
Contabilidade Privada / IR e Lucro Real

Uma empresa de serviços de manutenção de equipamentos de informática Conserta Tudo Ltda., que optou pelo regime de tributação pelo lucro presumido, registrou no primeiro trimestre de 2013 uma receita de vendas no montante de R$ 1.500.000,00. Baseado nessas informações, calcule o imposto de renda e o respectivo adicional do imposto de renda

a) R$ 72.000,00 e R$ 42.000,00
b) R$ 75.000,00 e R$ 44.000,00
c) R$ 83.000,00 e R$ 51.000,00
d) R$ 114.000,00 e R$ 42.000,00
e) R$ 114.000,00 e R$ 72.000,00

IBFC - HEMOMINAS - Contador - 2013
Contabilidade Privada / IR e Lucro Real

De acordo com o Decreto-Lei 1.598 de 1977 e suas atualizações, o Lucro real é o lucro líquido do exercício ajustado pelas adições, exclusões ou compensações prescritas ou autorizadas pela legislação tributária. De acordo com o Decreto-Lei, assinale a alternativa incorreta:

a) O lucro líquido do exercício é a soma algébrica de lucro operacional, dos resultados não operacionais, do saldo da conta de correção monetária e das participações, e deverá ser determinado com observância dos preceitos da lei comercial.
b) Na determinação do lucro real serão adicionados ao lucro líquido do exercício: os custos, despesas, encargos, perdas, provisões, participações e quaisquer outros valores deduzidos na apuração do lucro líquido que, de acordo com a legislação tributária, não sejam dedutíveis na determinação do lucro real; os resultados, rendimentos, receitas e quaisquer outros valores não incluídos na apuração do lucro líquido que, de acordo com a legislação tributária, devam ser computados na determinação do lucro real.
c) Na determinação do lucro real poderão ser excluídos do lucro líquido do exercício: os valores cuja dedução seja autorizada pela legislação tributária e que tenham sido computados na apuração do lucro líquido do exercício anterior; os resultados, rendimentos, receitas e quaisquer outros valores não incluídos na apuração do lucro líquido que, de acordo com a legislação tributária, não sejam computados no lucro real; os prejuízos de exercícios anteriores e futuros.
d) Os valores que, por competirem a outro período-base, forem, para efeito de determinação do lucro real, adicionados ao lucro líquido do exercício, ou dele excluídos, serão, na determinação do lucro real do período competente, excluídos do lucro líquido ou a ele adicionados, respectivamente.

CESPE - DPF - Perito Criminal Federal - Área 1 - 2013
Contabilidade Privada / IR e Lucro Real

Acerca dos tributos incidentes sobre a renda das empresas, julgue os itens seguintes.

A apuração de receita bruta em regime que seja diferente do regime de competência contábil configura infração à legislação tributária.

CESPE - DPF - Perito Criminal Federal - Área 1 - 2013
Contabilidade Privada / IR e Lucro Real

Acerca dos tributos incidentes sobre a renda das empresas, julgue os itens seguintes.

São contribuintes do imposto de renda todas as pessoas jurídicas e as empresas individuais, desde que regularmente registradas.

CESPE - DPF - Perito Criminal Federal - Área 1 - 2013
Contabilidade Privada / IR e Lucro Real

Acerca dos tributos incidentes sobre a renda das empresas, julgue os itens seguintes.

A realização de qualquer negócio em condições de favorecimento com pessoa ligada à empresa contribuinte corresponde à distribuição disfarçada de lucros.

UPENET - COMPESA - Contador - 2013
Contabilidade Privada / IR e Lucro Real

Uma empresa de assessoria contábil faturou, no primeiro trimestre de 2012, o valor R$ 24)360,00, tendo sido retido somente o imposto de renda pelos tomadores dos serviços no valor de R$ 365, 40. Com base nas informações, é CORRETO afirmar que o valor do imposto de renda a pagar e a contribuição social sobre o lucro líquido no trimestre, são, respectivamente, de

a) R$ 03,88 e R$ 701, 57.
b) R$ 1.169,28 e R$ 701, 57.
d) R$ 1.1 51.74 e R$ 614, 26.
c) R$ 701,57 e R$ 233, 86.
e) R$ 1.096,20 e R$ 657,72 12.



Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.