Questões sobre Parte Geral

Medicina - Parte Geral - Instituto Quadrix - 2018 - Irmandade de Santa Casa de Misericórdia de São Paulo - SP (ISCMSP/SP) - Médico Residente (Programa de Acesso Direto: Anestesiologia)

Um médico de família estava em dúvida sobre a indicação de estatinas para pacientes com hipercolesterolemia, sem eventos cardiovasculares prévios, e resolveu buscar evidências que respondessem à sua pergunta.

Nessa situação hipotética, o melhor estudo que o médico poderá utilizar para a tomada de decisão, considerando o delineamento e o desfecho analisados, é o(a)

  • A. ensaio clínico randomizado que avaliou o impacto da redução do LDL colesterol.
  • B. metanálise de ensaios clínicos randomizados que avaliou a redução de eventos cardiovasculares.
  • C. estudo experimental, tipo antes e depois, que avaliou a melhora nos níveis lipídicos e a ocorrência de infarto agudo do miocárdio.
  • D. diretriz clínica que avaliou o impacto na melhora dos níveis de HDL colesterol.
  • E. estudo de coorte que avaliou a incidência de eventos cardiovasculares.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Medicina - Parte Geral - Instituto Quadrix - 2018 - Irmandade de Santa Casa de Misericórdia de São Paulo - SP (ISCMSP/SP) - Médico Residente (Programa de Acesso Direto: Anestesiologia)

Assinale a alternativa que apresenta o tipo de estudo que foi realizado.
  • A. ensaio clínico duplo-cego randomizado
  • B. coorte prospectiva
  • C. estudo de corte transversal
  • D. estudo ecológico
  • E. estudo de caso-controle
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Medicina - Parte Geral - Instituto Quadrix - 2018 - Irmandade de Santa Casa de Misericórdia de São Paulo - SP (ISCMSP/SP) - Médico Residente (Programa de Acesso Direto: Anestesiologia)

Com base nos resultados apresentados, é correto afirmar que o(a)
  • A. estudo demonstrou benefícios para prolongar a sobrevida, sem deficiências com o uso de AAS para prevenção primária em idosos saudáveis, e um risco significativamente maior de sangramento grave.
  • B. estudo demonstrou a ausência de benefícios para prolongar a sobrevida, sem deficiências com o uso de AAS para prevenção primária em idosos saudáveis, e um risco significativamente maior de sangramento grave.
  • C. estudo demonstrou a ausência de benefícios para prolongar a sobrevida, sem deficiências com o uso de AAS para prevenção primária em idosos saudáveis, e um risco significativamente menor de sangramento grave.
  • D. estudo demonstrou benefícios para prolongar a sobrevida, sem deficiências com o uso de AAS para prevenção primária em idosos saudáveis e sem aumento do risco de sangramento grave.
  • E. prevenção primária com o uso de AAS apresentou grande benefício em idosos saudáveis, apesar do risco aumentado de hemorragia.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Medicina - Parte Geral - Instituto Quadrix - 2018 - Irmandade de Santa Casa de Misericórdia de São Paulo - SP (ISCMSP/SP) - Médico Residente (Programa de Acesso Direto: Anestesiologia)

Uma paciente de trinta anos de idade procurou a Unidade de Saúde da Família para iniciar o pré‐natal, levando um resultado de beta‐hCG positivo, GIIPIA0. A paciente não referiu outras queixas, além do atraso menstrual. Ela tem histórico de imunização prévia, com três doses de vacina contra tétano na última gestação, há sete anos, e duas doses de vacina contra hepatite B. Apresenta IG de oito semanas.

Com relação à imunização da gestante nesse caso hipotético, a conduta adequada é realizar

  • A. reforço com dT e uma dose de influenza o mais precocemente possível, completar o esquema de imunização contra hepatite, com uma dose, e administrar uma dose de tríplice viral.
  • B. esquema de três doses de dT, com intervalo mínimo de trinta dias entre as doses, reiniciar o esquema de três doses de vacina contra hepatite, com intervalo de zero, um e seis meses, e administrar uma dose de influenza na campanha.
  • C. reforço com dTPa a partir da 28.ª semana de IG, completar o esquema de imunização contra hepatite B e administrar uma dose de influenza na campanha.
  • D. reforço com dTPa a partir da 20.ª semana de IG, reiniciar o esquema de três doses de vacina contra hepatite, com intervalo de zero, um e seis meses, e administrar uma dose de influenza o mais precocemente possível.
  • E. reforço com dTPa a partir da 20.ª semana de IG, completar o esquema de imunização contra hepatite B e administrar uma dose de influenza na campanha.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A Classificação Internacional das Doenças − CID 10a revisão prevê em seu capítulo V as doenças mentais e comportamentais, que são codificadas inicialmente pela letra F. Em relação às diretrizes diagnósticas da CID-10
  • A. os transtornos mentais orgânicos foram agrupados por terem etiologia demonstrável em lesões orgânicas em sistemas diferentes do sistema nervoso, com comprometimento da função psíquica.
  • B. os transtornos mentais e do comportamento decorrentes do uso de substâncias psicoativas, apesar de terem gravidades diversas, foram agrupados por serem atribuídos ao uso de uma ou mais substâncias.
  • C. as esquizofrenias, classificadas como F20, foram agrupadas juntamente com os transtornos esquizotípicos (F21) e os transtornos delirantes, sendo os transtornos esquizotípicos os mais importantes deste grupo.
  • D. as síndromes comportamentais são condições de comportamentos enraizados, inflexíveis, desviantes do comportamento do homem médio.
  • E. não há uma categoria específica para classificar os transtornos com início na infância e adolescência.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
De acordo com a Organização Mundial da Saúde, toxicomania ou toxicofilia é um estado de intoxicação periódica ou crônica, nociva ao indivíduo ou à sociedade, produzida pelo repetido consumo de uma droga natural ou sintética. É correto afirmar:
  • A. Os tóxicos, ou drogas, são um grupo diminuto de substâncias sintéticas, que podem causar tolerância e crise de abstinência.
  • B. A tolerância se caracteriza pela necessidade de doses cada vez menores para alcançar o mesmo resultado.
  • C. A dependência é caracterizada por uma necessidade psicológica do uso da droga, sem interferências bioquímicas.
  • D. Crise de abstinência é caracterizada por síndrome com tremores, inquietação, irritabilidade, aumento do apetite e muito sono.
  • E. Os estados toxicofílicos são caracterizados por uma compulsão irresistível e incontrolável nos quais as pessoas continuam o uso da substância a qualquer custo.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Nos termos do Documento de Referência para o Programa Nacional de Segurança do Paciente, considera-se segurança do paciente:
  • A. probabilidade de um incidente ocorrer.
  • B. reduzir a um mínimo aceitável o risco de dano desnecessário associado ao cuidado de saúde.
  • C. vigilância dos efeitos adversos de cirurgias.
  • D. vigilância dos riscos de efeitos colaterais de medicações.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
São situações de notificação compulsória, EXCETO:
  • A. acidente de trabalho.
  • B. doenças endêmicas.
  • C. doenças profissionais e do trabalho.
  • D. morte encefálica comprovada em estabelecimento de saúde.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Acerca da investigação epidemiológica, julgue o item abaixo.

A investigação epidemiológica é um método de trabalho utilizado para esclarecer a ocorrência de doenças transmissíveis ou de agravos inusitados à saúde, a partir de casos isolados ou relacionados entre si. Ela consiste em um estudo de campo realizado a partir de casos notificados e seus contatos.

  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O estudo HOPE (heart outcomes prevention evaluation) avaliou os efeitos do ramipril e da vitamina E, isolados e associados, no tocante à prevenção de eventos isquêmicos em pacientes de alto risco. O planejamento do estudo foi randomizado, duplo-cego e controlado por placebo. No total, 9.541 pacientes foram randomizados para vitamina E ou placebo e 9.297 pacientes foram randomizados para ramipril ou placebo. O número de pacientes com eventos combinados (óbito cardiovascular ou infarto do miocárdio ou acidente vascular cerebral) foi igual a 1.546 no grupo vitamina E e 1.479 no grupo placebo (p = 0,33). O número de pacientes com eventos combinados foi correspondente a 1.302 no grupo ramipril e 1.655 no grupo placebo (p < 0,001).

Com base nas informações acima apresentadas, julgue os itens a seguir.

Os valores de p são úteis para expressar a magnitude do efeito de uma intervenção. Na situação acima descrita, percebe-se, por meio dessa variável, que o ramipril foi significativamente mais eficaz para redução de óbito cardiovascular, infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral que a vitamina E.

  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: