No Brasil, o processo de urbanização é marcado pela ocupa...

No Brasil, o processo de urbanização é marcado pela ocupação desorganizada do território e pela falta de planejamento, o que resulta em uma série de problemas sociais, urbanos e ambientais. A ocupação desordenada das cidades também causa impactos na saúde da população, sendo necessário, além de um conhecimento amplo sobre os efeitos da ocupação do território na saúde, o desenvolvimento de políticas públicas e intervenções urbanas capazes de melhorar a qualidade de vida e a saúde das populações que vivem em áreas de risco, comunidades e periferias. Considerando essas informações, julgue os itens seguintes. A alta densidade de seres humanos por metro quadrado, aliada ao saneamento básico precário, potencializa a dispersão de vários problemas de saúde; em contrapartida, pode favorecer a eficácia e o alcance de ações positivas, como a adequada coleta de lixo, reduzindo a incidência de doenças como dengue e leptospirose.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Questões extras

Em relação ao transtorno do pânico, julgue os próximos itens.   Na diferenciação diagnóstica desse transtorno, deve-se considerar o hipertireoidismo, a abstinência ou intoxicação por drogas, as anemias, a hipoglicemia, o feocromocitoma e a epilepsia do lobo temporal.

Resolva a questão aqui ›


Segundo a Constituição do Estado de Pernambuco, em sua prática e conforme a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal,

Resolva a questão aqui ›


Com relação ao crime de apropriação indébita previdenciária, julgue os itens a seguir.

O dolo do crime de apropriação indébita previdenciária é a consciência e a vontade de não repassar à previdência, dentro do prazo e na forma da lei, as contribuições recolhidas, não se exigindo a demonstração de especial fim de agir ou o dolo específico de fraudar a previdência social como elemento essencial do tipo penal. Ademais, ao contrário do que ocorre na apropriação indébita comum, não se exige o elemento volitivo consistente no animus rem sibi habendi para a configuração do tipo. Trata-se de crime omissivo próprio, em que o tipo objetivo é realizado pela simples conduta de deixar de recolher as contribuições previdenciárias aos cofres públicos no prazo legal, após a retenção do desconto.

Resolva a questão aqui ›