De acordo com o item 2 – Obrigações para com o Interesse...

De acordo com o item 2 – “Obrigações para com o Interesse Público” – do Código de Ética e Disciplina para Arquitetos e Urbanistas, o arquiteto e urbanista deve:

I. Considerar o impacto social e ambiental de suas atividades profissionais na execução de obras sob sua responsabilidade.

II. Respeitar os valores e a herança natural e cultural da comunidade, na qual esteja prestando seus serviços profissionais.

III. Zelar pela conservação e preservação do patrimônio público.

IV. Respeitar o conjunto das realizações arquitetônicas e urbanísticas do patrimônio histórico e artístico nacional, estadual, municipal ou de reconhecido interesse local.

V. Considerar a harmonia com os recursos e ambientes naturais.

VI. Prescindir de utilizar o saber profissional para emitir opiniões que deturpem conscientemente a verdade, persuadindo leigos, a fim de obter resultados que convenham a si ou a grupos para os quais preste serviço ou os quais represente.

VII. Adotar soluções que garantam a qualidade da construção, o bem‐estar e a segurança das pessoas, nos serviços de sua autoria e responsabilidade.

VIII. Como autor de projeto ou responsável pela execução de serviço ou obra deve manter informação pública e visível à frente da edificação objeto da atividade realizada.

Estão corretas as afirmativas

  • A. I, III, V e VII, apenas.
  • B. II, III, VI e VII, apenas.
  • C. II, IV, V e VIII, apenas.
  • D. I, II, III, IV, V, VI, VII e VIII.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Questões extras

No que concerne à teoria de inferência estatística, julgue os itens subsecutivos.

Resolva a questão aqui ›


Considerando que o leite de um laticínio, ao ser pasteurizado, tenha coagulado dentro do pasteurizador a placas, julgue os itens seguintes

Esse leite pode-se apresentar instável ao teste de estabilidade ao alizarol 72 % (v/v).

Resolva a questão aqui ›


Julgue os próximos itens com base na Constituição Federal de 1988 (CF) e no entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF). A União pode fixar piso salarial nacional para profissionais do magistério da educação básica por meio de lei federal, porém a norma não será aplicável aos profissionais do magistério servidores dos estados, dos municípios e do Distrito Federal (DF), sob pena de infringência ao pacto federativo, notadamente à autonomia administrativa e financeira dos membros da Federação.

Resolva a questão aqui ›