Questões de Psicologia de Ética profissional

 /   /   /  Ética profissional

Pesquise mais Questões de Psicologia de Ética profissional abaixo,

FCC - TJ - PE - Analista Judiciário - Psicólogo - 2012
Psicologia / Ética profissional

Segundo o Código de Ética Profissional do Psicólogo, o psicólogo, quando requisitado a depor em juízo,

a) não poderá prestar informações dado que é dever do psicólogo respeitar o sigilo profissional (Art. 9º).
b) poderá prestar informações, considerando o previsto no Código de Ética Profissional do Psicólogo (Art. 11).
c) não poderá prestar informações, dado que o psicólogo deve garantir a proteção integral do atendido (Art. 8º parágrafo 2º).
d) poderá prestar somente informações se forem sobre indivíduo(s) maior(es) de 18 anos, com antecedente infracional ( Art. 10, parágrafo único ).
e) não poderá prestar informações no caso de atendimento a crianças e adolescentes, dado que para fazê-lo, dependeria da autorização dos pais do(s) menor(es) por escrito ( Art. 13 ).

FCC - INFRAERO - Analista Superior I - Psicólogo - 2011
Psicologia / Ética profissional

O item II dos Princípios Fundamentais do Código de Ética do Psicólogo estabelece: O psicólogo trabalhará visando promover a saúde e a qualidade de vida das pessoas e das coletividades e contribuirá para

a) que a violência de qualquer espécie seja denunciada e, para tanto, oferecerá apoio psicológico indiscriminado para as vítimas.
b) a eliminação da violência contra a mulher, assim como para que grupos de minoria sejam representados na sociedade.
c) a eliminação de quaisquer formas de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.
d) que a Psicologia seja reconhecida pelos cidadãos como ciência que atua com sucesso nos diversos estratos sociais.
e) a eliminação do preconceito de qualquer natureza e aceitação da diversidade como forma de inclusão social.

FCC - INFRAERO - Analista Superior I - Psicólogo - 2011
Psicologia / Ética profissional

O Art. 1o do Código de Ética Profissional do Psicólogo estabelece

a) as boas práticas que devem ser cumpridas na emissão de laudos psicológicos ou relatórios para terceiros.
b) os direitos dos psicólogos.
c) as formas de remuneração apropriadas a serem aplicadas para a categoria de psicólogos.
d) as condutas esperadas por um psicólogo ao ingressar, associar-se ou permanecer em uma organização.
e) os deveres fundamentais do psicólogo.

CESPE - INCA - Tecnologista Jr - Psicologia Clínica - 2010
Psicologia / Ética profissional

A respeito da ética e pesquisa em saúde, julgue os itens a seguir.

O Código de Nuremberg (1947) e a Declaração Universal dos Direitos do Homem (1948) mudaram a história das relações entre pesquisadores e os participantes de pesquisa introduzindo normas que consagraram os direitos individuais e a autonomia. Esses instrumentos tratam, fundamentalmente, dos abusos da pesquisa científica.

CESPE - INCA - Tecnologista Jr - Psicologia Clínica - 2010
Psicologia / Ética profissional

A respeito da ética e pesquisa em saúde, julgue os itens a seguir.

O progresso das ciências biomédicas proporcionou à bioética um fértil campo de indagações e fez surgir dilemas que não são mais apenas relativos ao direito de transmitir vida e(ou) de suprimi-la, mas que tocam o direito de remodelá-la e de produzir novos seres vivos.

CESPE - INCA - Tecnologista Jr - Psicologia Clínica - 2010
Psicologia / Ética profissional

A respeito da ética e pesquisa em saúde, julgue os itens a seguir.

A prática analítica e normativa da bioética tem se embasado em quatro princípios: a autonomia, que é a escolha livre e intencional de agentes cognitiva e moralmente competentes; a não-maleficência, que é a valorização de atos que proporcione algum bem a terceiros; a beneficência para evitar danos injustificados a terceiros; e a justiça para proporcionar benefícios, riscos e custos equitativos entre os envolvidos.

CESPE - INCA - Tecnologista Jr - Psicologia Clínica - 2010
Psicologia / Ética profissional

A respeito da ética e pesquisa em saúde, julgue os itens a seguir.

É eticamente legítimo o fato de o homem tentar controlar e direcionar os processos e as funções de sua biologia, pois isso faz parte do sentido do possível inscrito na dialética da autonomia humana, que inclui justamente a adaptabilidade de sua primeira natureza a seus projetos tipicamente humanos, isto é, consecutivos de sua natureza técnico-cultural.

CESPE - INCA - Tecnologista Jr - Psicologia Clínica - 2010
Psicologia / Ética profissional

A respeito da ética e pesquisa em saúde, julgue os itens a seguir.

É possível apontar duas grandes correntes teóricas de tomada de decisão ética: a corrente teleológica, denominada ética das intenções, que é um ato avaliado eticamente por seus resultados, pelo alcance dos objetivos da ação empreendida, e a corrente da ética das consequências, isto é, se o homem é um ser racional, suas decisões devem ser racionais, portanto, são universais.

FUNRIO - Pref. Niterói-RJ - Psicólogo - 2008
Psicologia / Ética profissional

No texto "As Éticas da Psiquiatria" Jurandir Freire Costaorganiza os procedimentos presentes na assistência em três tipos de conceito de ética - da tutela, da interlocução e da ação social; o autor afirma que se trata de escolher qual a melhor, conforme as circunstâncias apresentadas, no entanto faz algumas críticas às éticas demarcadas. Qual das afirmações a seguir NÃO está presente no referido texto?

A) "Explicar predicados morais por códigos genéticos ou marcadores biológicos é a coisa mais estúpida que existe" - sobre a supremacia da moral do objeto derivada da lógica da tutela.
B) No que diz respeito à ética da interlocução, considerase o sujeito do tratamento como competente, ou seja, reconhece sua autoridade em definir aquilo que é melhor para si e de buscar um acordo onde os termos do diálogo possam ser redefinidos.
C) "A ênfase no indivíduo, ou no individualismo, faz com que percamos absolutamente de vista tudo aquilo que diz respeito a compromissos outros que não sejam com nosso umbigo" - a respeito da lei, em vias de ser aprovada, que postula o "ato médico" como prioritário sobre qualquer outra especialidade profissional em saúde, devendo qualquer procedimento ser necessariamente vistoriado e aprovado pelo profissional médico.
D) "A flexibilidade do universo de técnicas psicanalíticas, psicoterápicas ou de auto-ajuda, a meu ver, vêm um pouco do a priori ético de valorização das crenças privadas, tendo interesse para o indivíduo e pouco interesse para a ordem social".

E) Na chamada ética da ação social há sobretudo a vontade de renovar o instituído. O ideal da assistência, neste caso, quase faz equivaler virtudes políticas a virtudes terapêuticas, francamente assimiladas ao que seria uma ação política real.

CESPE - TJ - CE - Analista Judiciário - Psicologia - 2008
Psicologia / Ética profissional

Julgue os itens a seguir, acerca da formulação de casos e comportamento ético.

A formulação de um caso clínico é feita a partir de um modelo que, por definição, assegura o entendimento do caso, sua natureza e seu curso, além de definir todos os passos a serem seguidos.

Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.