Questões sobre Geral da FUMARC

Doença viral que, com maior freqüência, manifesta-se como infecção subclínica nos genitais de homens e mulheres. Clinicamente, as lesões podem ser múltiplas, localizadas ou difusas e de tamanho variável; ou pode aparecer como lesão única. A localização ocorre no pênis, sulco bálano-prepucial, região perianal, na vulva, períneo, vagina e colo do útero. (BRASIL, 2005. Guia de Bolso. p. 188).

O agente etiológico da doença descrita acima é:

  • A. Chlamydia tracomatis.
  • B. Neisseria gonorrhoeae.
  • C. HAV (vírus da hepatite A).
  • D. HPV (papiloma vírus humano).
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Doença sistêmica bacteriana, com quadro clínico muito polimorfo. Seu início pode ser agudo ou insidioso, caracterizado por febre contínua, intermitente ou irregular, e de duração variável. Um sintoma quase constante é astenia e qualquer exercício físico produz pronunciada fadiga. Acompanhada de malestar, cefaléia, debilidade, suor profuso, calafrios, artralgia, estado depressivo e perda de peso. Em alguns casos, podem surgir supurações de órgãos, como fígado e baço. Quadros subclínicos são freqüentes, bem como quadros crônicos de duração de meses e até anos, se não tratados. (BRASIL, 2005. Guia de Bolso. p. 65). A doença descrita acima é a:

  • A. Doença meningocócica.
  • B. Febre tifóide.
  • C. Filaríase.
  • D. Brucelose.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Doença parasitária do homem, causada por um helminto. Habitualmente, não causa sintomatologia, mas pode manifestar-se por dor abdominal, diarréia, náuseas e anorexia. Quando há grande número de parasitas, pode ocorrer quadro de obstrução intestinal. Em virtude do ciclo pulmonar da larva, alguns pacientes apresentam manifestações pulmonares com broncoespasmo, hemoptise e pneumonite, caracterizando a síndrome de Löeffler, que cursa com eosinofilia importante. (BRASIL, 2005. Guia de Bolso. p. 57).

A doença descrita acima é a:

  • A. Ascaridíase.
  • B. Ancilostomíase.
  • C. Amebíase.
  • D. Doença de Lyme.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Na perspectiva de atender as principais necessidades em saúde da população, o Ministério da Saúde preconiza que as equipes de Programa de Saúde da Família abordem situações de saúde mais freqüentes, comuns às clínicas básicas, EXCETO:

  • A. Pediatria.
  • B. Oncologia.
  • C. Clínica médica.
  • D. Ginecologia e obstetrícia.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Assinale a afirmativa que NÃO corresponde ao pensamento de Eugênio Vilaça Mendes no capítulo Novo paradigma sanitário: a produção social da saúde.

  • A.

    De modo geral, a atenção primária é pouco relevante em um sistema de saúde racional.

  • B.

    A racionalização dos serviços não significa, necessariamente, a mudança do modelo de atenção.

  • C.

    A saúde da família deve ser organizada segundo as necessidades e os recursos que, em um momento, existem no lugar particular.

  • D.

    Na saúde da família, estabelece-se relação de mútua responsabilidade entre os recursos de saúde e a população adstrita, com base na responsabilidade.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Precauções-padrão ou básicas são medidas de prevenção que, de acordo com a ANVISA 2006, devem ser utilizadas independente de diagnóstico confirmado ou não de doença infecciosa. As seguintes medidas devem ser adotadas na assistência a todos os pacientes, EXCETO:

  • A.

    Utilizar Equipamentos de Proteção Individual – EPI.

  • B.

    Manipular, cuidadosamente, o material perfurocortante.

  • C.

    Reencapar, entortar, quebrar ou retirar as agulhas das seringas.

  • D.

    Lavar as mãos antes e após o contato com o paciente e entre dois procedimentos realizados no mesmo paciente.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

São parâmetros para acompanhamento da implementação da Política Nacional de Humanização na atenção básica; EXCETO:

  • A. Respeito à individualidade do sujeito/usuário.
  • B. Incentivo às práticas promocionais de saúde.
  • C. Des-hierarquização de riscos para acolhimento do usuário.
  • D. Definição de protocolos clínicos, garantindo a eliminação de intervenções desnecessárias.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O SUS institui uma política pública de saúde que visa à integralidade, à universalidade, ao aumento da eqüidade e à incorporação de novas tecnologias e especialização dos saberes (BRASIL, Ministério da Saúde. Política Nacional de Humanização, 2004, p. 13). Apesar dos avanços acumulados no que se refere aos seus princípios norteadores, o SUS hoje ainda enfrenta:

  • A. muitos dispositivos de fomento à co-gestão.
  • B. sistema público de saúde desburocratizado.
  • C. muitos dispositivos de fomento à valorização e inclusão de gestores.
  • D. precária interação nas equipes e despreparo para lidar com a dimensão subjetiva nas práticas de saúde.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

É necessário promover a educação em saúde para que a comunidade adquira consciência da epidemia e possa participar efetivamente do controle do Aedes aegypti. O texto se refere à:

  • A. Dengue
  • B. Rubéola
  • C. Leishmaniose
  • D. Doença de Chagas
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Fazem parte da Equipe de Saúde da Família os seguintes profissionais:

  • A.

    os agentes comunitários da saúde, o enfermeiro e o médico

  • B.

    apenas um agente comunitário da saúde, a equipe de enfermagem e o médico

  • C.

    os agentes comunitários da saúde, o auxiliar de enfermagem, o enfermeiro e o médico

  • D.

    os agentes comunitários da saúde, o auxiliar de enfermagem ou o técnico de enfermagem, o enfermeiro, o médico e o gestor municipal

Clique em uma opção abaixo para responder a questão: