Questões sobre Prótese da CESGRANRIO

Paciente se apresenta com dor no 1º molar inferior, contendo coroa total e pino-complemento metálico fundido, instalado na raiz mesial. A profundidade clínica de sondagem foi normal e não houve sangramento. Radiograficamente, foi detectada uma área radiolúcida, somente associada ao terço médio distal da raiz mesial. A causa dessa lesão associada à dor relatada é

  • A.

    fratura radicular da porção apical, devido à maior concentração de tensão gerada caracteristicamente por esse tipo de pino, indicando a utilização de pinos pré-fabricados nesses elementos.

  • B.

    perfuração da raiz durante o preparo do conduto radicular para o pino, devido à forma de “ampulheta” da raiz mesial, que apresenta concavidade de 0,7 mm na distal, contraindicando a utilização dessa raiz para a instalação do pino.

  • C.

    trauma oclusal secundário, decorrente de contatos prematuros, indicando a necessidade de ajuste oclusal.

  • D.

    envolvimento de furca associado a cálculos na área de pré-furca, indicando a utilização de pontas de ultrassom finas.

  • E.

    cisto gengival do adulto derivado dos restos da lâmina dental (restos de Serres), indicando a excisão cirúrgica.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Ao avaliar a indicação de uma restauração do tipo coroa total, no elemento 11, o auditor deve considerar o material e o biotipo gengival. A respeito do biotipo gengival plano, proposto por Becker et al. (1997), as coroas dos dentes

  • A.

    apresentam forma cônica, com papilas longas e margem gengival fina com pequena faixa de gengiva inserida.

  • B.

    apresentam forma triangular, com pontos de contato localizados mais apicalmente, e gengiva mais larga e menos suscetível à recessão gengival.

  • C.

    apresentam forma quadrada, com pronunciada convexidade cervical, e gengiva mais fina e suscetível à recessão gengival.

  • D.

    apresentam forma quadrada, com delicada convexidade cervical, pontos de contato próximos ao bordo incisal e pequena faixa de gengiva inserida.

  • E.

    são relativamente curtas e largas, com papilas curtas e volumosas e com larga faixa de gengiva inserida.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Após a exodontia, é esperada uma perda óssea alveolar. A forma do remanescente ósseo constitui uma característica fundamental para o planejamento da reabilitação do paciente. Com base na classificação de Lekholm e Zarb (1985) sobre a forma do remanescente ósseo de sítios edêntulos, afirma-se que nas classes

  • A.

    A e B a quantidade do processo alveolar se mantém substancialmente preservada.

  • B.

    B e C a quantidade do processo alveolar apresenta perda acentuada.

  • C.

    5 e B o rebordo apresenta as tábuas corticais finas e perda acentuada da quantidade do processo alveolar.

  • D.

    1 e 2 as tábuas corticais são espessas, e a quantidade de osso medular é pequena.

  • E.

    2 e 4 as tábuas corticais são espessas, e a quantidade de osso medular é grande.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Odontologia - Prótese - Fundação CESGRANRIO (CESGRANRIO) - 2005 - SEAD/AM - Auxiliar de Higiene Dental

Na confecção de uma prótese total, a moldagem tem um importante papel. A esse respeito, podemos afirmar que:

  • A.

    a prótese total é confeccionada com apenas uma moldagem.

  • B.

    a moldagem feita com alginato é chamada de moldagem anatômica.

  • C.

    a moldagem funcional tem como objetivo a confecção da moldeira individual.

  • D.

    as inserções musculares, bridas, freio e fundo de vestíbulo não podem ser bem reproduzidos pela pasta zinco enólica.

  • E.

    o alginato é o material de moldagem que apresenta maior precisão na cópia dos detalhes anatômicos da arcada.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão: