Questões sobre Museologia

A respeito da estrutura de pessoal do museu, analise as afirmativas a seguir e assinale V para verdadeira e F para falsa.

( ) A equipe administrativa tem como responsabilidades as atividades-meio, entre as quais a gestão do pessoal, dos recursos financeiros e dos espaços ocupados pelo museu.

( ) A equipe curatorial ocupa-se do manejo das coleções, da captação de recursos financeiros e da busca de parcerias, entre outras tarefas pertinentes.

( ) A equipe técnica atua nas atividades-fim do museu, como a pesquisa básica e a cadeia operatória museológica, de salvaguarda e comunicação patrimoniais, por exemplo.

A sequência correta é:

  • A. V, F, V;
  • B. F, V, V;
  • C. F, V, F;
  • D. F, F, V;
  • E. V, V, F.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Observe os organogramas a seguir representativos de duas estruturas típicas para a organização de museus.

Assinale a opção que caracteriza corretamente a estrutura organizacional dos dois modelos de museu:

  • A. o primeiro se fundamenta nas áreas básicas do acervo, enquanto o segundo, nas funções pertinentes aos exercícios profissionais nos museus;
  • B. o primeiro rompe com a especialização entre curador e pesquisador, enquanto o segundo se centra na pesquisa básica dos ramos da ciência do acervo;
  • C. o primeiro privilegia a expografia e a ação educativo-cultural, enquanto o segundo, a salvaguarda do patrimônio, sua documentação e conservação;
  • D. o primeiro está centralizado no processo curatorial, enquanto o segundo, nas atividades específicas de comunicação para cada coleção do acervo;
  • E. o primeiro terceiriza a função administrativa da direção, enquanto no segundo, a direção concentra a gestão do pessoal, dos recursos e dos espaços de cada setor do museu.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Essa definição de coleção é considerada:

  • A. correta, quando atribui-se ao termo uma acepção jurídica, para designar uma massa hereditária;
  • B. correta, desde que se refira a um agrupamento de objetos imateriais, inventariados digitalmente;
  • C. correta, porque implica coesão entre os objetos reunidos, em função de sua singularidade e significados cultural e artístico;
  • D. incorreta, porque qualifica obrigatoriamente o conjunto dos objetos como um todo ordenado;
  • E. incorreta, quando referida a um acervo de artefatos despidos de sua função original por serem incorporados ao museu.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

No Brasil, a elaboração de Plano Museológico é dever de todos os museus, devendo conter determinadas partes. Leia os trechos a seguir, extraídos de alguns planos.

I. Ser uma referência nacional para o estudo e a reflexão da história do Brasil Imperial e, em particular, da história da cidade de Petrópolis. Museu Imperial (RJ) - Ibram/MinC

II. Preservar, pesquisar e comunicar a memória nacional relativa ao Ciclo do Ouro em Goiás, enfatizando a importância histórica de Pilar de Goiás neste processo e a riqueza arquitetônica do imóvel onde está localizado. Museu Casa da Princesa (GO) - Ibram/MinC

Os trechos se referem, respectivamente, às partes do Plano Museológico denominadas:

  • A. diagnóstico e objetivos;
  • B. metas e programa de acervo;
  • C. valores e programa de comunicação;
  • D. estratégia e programa de exposições;
  • E. visão e missão institucional.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A Recomendação da UNESCO se insere no contexto da nova museologia, articulada a partir dos princípios de:

  • A. proteção às coleções, visando à sustentação da função educadora do museu;
  • B. segmentação do público visitante, em função das especificidades das exposições;
  • C. conservação dos edifícios sedes dos acervos, objetivando explorar os espaços expositivos;
  • D. contextualização histórica dos objetos, dada a importância de seu valor representativo;
  • E. promoção da função social do museu, estimulando cultural e economicamente a comunidade.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O espaço estrutural do museu, cuja função primordial é a guarda do acervo não exposto é:
  • A. setor administrativo;
  • B. reserva técnica;
  • C. oficina de restauro;
  • D. sala de exposição temporária;
  • E. espaços de serviços.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A secretaria de cultura de um município baiano criou um museu com coleções vivas para promover a pesquisa e a preservação de espécies da flora nativa em arboretos e estufas. Esse museu se destina a valorizar o conhecimento afro-brasileiro sobre plantas, transmitido de geração a geração, e foi denominado "Espaço etnobotânico".

Essa denominação é considerada:

  • A. correta, porque indica o estudo das aplicações e dos usos tradicionais dos vegetais pelos homens, uma das atividades pertinentes a esse tipo de museu;
  • B. correta, desde que a comunidade local dirija o espaço e seja convocada para decidir a respeito do acervo e das atividades educacionais;
  • C. correta, se não houver materialidade das amostras vegetais e dos bancos de sementes, registrados em código informacional e disponibilizados em banco de dados;
  • D. incorreta, porque não contempla programas voltados para conservar a diversidade genética de plantas cultivadas de importância socioeconômica;
  • E. incorreta, porque sua proposta está baseada no estudo simultâneo da etnologia e da botânica, colocando em evidência a interação entre sociedade e natureza.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

No Brasil, no século XIX, foram criados museus para preservar as riquezas locais e nacionais. Essas instituições possuíam pretensões enciclopédicas, estando dedicadas à pesquisa em ciências naturais e voltadas para a coleta, o estudo e a exibição de coleções naturais, de etnografia, paleontologia e arqueologia.

O trecho se refere a alguns dos primeiros museus do Brasil, como:

  • A. Instituto Histórico e Geográfico da Bahia e Fundação Pierre Verger;
  • B. Museu Paraense Emílio Goeldi e Museu Paulista;
  • C. Museu do Exército e Museu Afro-Brasileiro;
  • D. Museu Nacional e Museu Carlos Costa Pinto;
  • E. Museu Paranaense e Museu da Cidade de Salvador.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O patrimônio cultural é um bem intocável e um recurso não renovável; insubstituível e de enorme valor simbólico. Em relação ao quesito “segurança” dos museus, analise as afirmativas a seguir.

I. Mesmo sendo espaços de reafirmação identitária e por assegurarem o direito à memória dos povos, os museus, como guardiões destes bens, não se tornam locais menos suscetíveis a riscos.

II. Como são garantidos pelo Estado, mesmo em casos de guerra, conflitos e crises, os museus são totalmente salvaguardados contra as ações degradantes dos mais diversos agentes de riscos.

III. Forças físicas, furto/roubo e vandalismo, fogo, água, pragas, poluentes, entre outros, são agentes de risco, que ameaçam constantemente os bens culturais, em museus.

Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s)

  • A. I.
  • B. II.
  • C. III.
  • D. I e III.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Em relação à arquitetura dos museus contemporâneos, é correto afirmar que:
  • A. A maior característica arquitetônica dos museus contemporâneos, principalmente no século XXI, é o uso das formas e espaços rebuscados, na linha da ecologia e do baixo custo.
  • B. Na arquitetura museal contemporânea, a preocupação com a paisagem, antes considerada elemento identificador de lugares, perde sua importância e é substituída pela praticidade.
  • C. As relações entre forma e imagem, espaço expositivo e espaço público nos projetos arquitetônicos de museus contemporâneos repetem criteriosamente as normas das construções clássicas.
  • D. É um potente agente de inserção e manutenção das instituições no sistema da arte, desde a abrangência em superfície da grande mídia até a prolongada reflexão crítica pelo público especializado.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: