Questões sobre Anatomia Patologia da UFSC

Medicina - Anatomia Patologia - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - 2012 - SES/SC - Médico Especialista em Anatomia Patológica

São tumores do mediastino anterior, EXCETO:
  • A.

    Timoma.

  • B.

    Schwannoma.

  • C.

    Adenoma de paratireoide.

  • D.

    Teratoma.

  • E.

    Linfoma.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Medicina - Anatomia Patologia - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - 2012 - SES/SC - Médico Especialista em Anatomia Patológica

Com relação às neoplasias pulmonares, é INCORRETO afirmar que:

  • A.

    mutações e amplificações do gene do receptor do fator de crescimento epidérmico (EGFR) ocorrem em pacientes com adenocarcinoma, principalmente mulheres, não fumantes e indivíduos de origem asiática.

  • B.

    aceita-se atualmente que o adenocarcinoma do pulmão surja a partir de uma hiperplasia adenomatosa atípica.

  • C.

    o adenocarcinoma de pulmão é o tipo mais comum de câncer em mulheres e em não fumantes, sendo a grande maioria dos casos negativa para o fator de transcrição da tiroide-1 (TTF-1).

  • D.

    os tumores carcinoides atípicos apresentam entre 2 e 10 mitoses por 10 campos de grande aumento, maior pleomorfismo e maior probabilidade de invasão de vasos linfáticos do que os tumores carcinoides típicos.

  • E.

    a superexpressão do receptor do fator de crescimento epidérmico (EGFR) foi detectada em 80% dos carcinomas de células escamosas.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Medicina - Anatomia Patologia - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - 2012 - SES/SC - Médico Especialista em Anatomia Patológica

Sobre as neoplasias do sistema nervoso central, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A.

    Em um astrocitoma difuso, a presença de necrose com pseudopaliçada e a proliferação celular endotelial ou vascular são critérios definidores para o diagnóstico de astrocitoma anaplásico.

  • B.

    Os astrocitomas, oligodendrogliomas e ependimomas pertencem ao grupo dos gliomas.

  • C.

    Os oligodendrogliomas são lesões hemisféricas, com predileção pela substância branca.

  • D.

    Os oligodendrogliomas anaplásicos são caracterizados pelo aumento da densidade celular, anaplasia celular, aumento da atividade mitótica e necrose.

  • E.

    Os astrocitomas pilocíticos normalmente ocorrem em crianças e adultos jovens e, geralmente, se localizam no cerebelo.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Medicina - Anatomia Patologia - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - 2012 - SES/SC - Médico Especialista em Anatomia Patológica

Com relação aos tumores dos tecidos moles, é INCORRETO afirmar que:

  • A.

    a hipercelularidade e a presença de mitoses são critérios definidores de malignidade.

  • B.

    os lipossarcomas usualmente surgem nos tecidos moles profundos das extremidades proximais e no retroperitôneo.

  • C.

    as fibromatoses profundas (Tumores Desmoides) estão no limite entre os tumores fibrosos benignos e os fibrossarcomas de baixo grau.

  • D.

    o rabdomiossarcoma é histologicamente subclassificado em variantes embrionária, alveolar e pleomórfica, sendo o sarcoma botrioide um subtipo especial do rabdomiossarcoma embrionário, que incide preferencialmente em crianças menores de 10 anos.

  • E.

    o sarcoma sinovial monofásico pode ser confundido histologicamente com o tumor maligno de bainha de nervo periférico e o fibrossarcoma. As concreções calcificadas, quando presentes, auxiliam no diagnóstico diferencial.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Medicina - Anatomia Patologia - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - 2012 - SES/SC - Médico Especialista em Anatomia Patológica

Sobre os tumores ósseos, é INCORRETO afirmar que:

  • A.

    o osteossarcoma é uma neoplasia maligna mesenquimal produtora de matriz óssea, em geral de localização intramedular, na metáfise de ossos longos.

  • B.

    os encondromas são tumores cartilaginosos intramedulares que acometem metáfises de ossos tubulares, principalmente os ossos curtos das mãos e dos pés.

  • C.

    o sarcoma de Ewing incide em pacientes mais jovens se comparado ao osteossarcoma.

  • D.

    os tumores metastáticos para os ossos geralmente produzem respostas líticas, em especial as metástases de melanoma e de hepatocarcinoma.

  • E.

    a maioria dos condrossarcomas incide em pacientes com mais de 40 anos de idade e geralmente acomete as extremidades distais.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Medicina - Anatomia Patologia - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - 2012 - SES/SC - Médico Especialista em Anatomia Patológica

Sobre o melanoma cutâneo, é INCORRETO afirmar que:

  • A.

    a presença de mitoses no componente dérmico é fator prognóstico importante, principalmente nos chamados “melanomas finos”.

  • B.

    o índice de Breslow é medido a partir da camada granulosa até a célula tumoral dérmica mais profunda.

  • C.

    o lentigo maligno é o subtipo histológico de comportamento mais indolente, acometendo em geral a face de pacientes idosos.

  • D.

    a fase de crescimento vertical é definida pela presença de componente neoplásico na derme superficial.

  • E.

    o subtipo histológico lentiginoso acral/mucoso não está relacionado à exposição solar.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Medicina - Anatomia Patologia - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - 2012 - SES/SC - Médico Especialista em Anatomia Patológica

Sobre as neoplasias adrenocorticais, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A.

    A maioria dos adenomas adrenocorticais é clinicamente silenciosa.

  • B.

    Nos feocromocitomas, a presença de necrose e a invasão capsular e vascular são critérios definitivos para diagnóstico de malignidade.

  • C.

    Macroscopicamente, os adenomas adrenocorticais têm coloração amarelada devido à presença de lipídios.

  • D.

    O carcinoma adrenocortical é, em geral, grande e apresenta áreas de necrose e hemorragia.

  • E.

    Os carcinomas metastáticos para o córtex da suprarrenal são mais comuns do que os cânceres adrenocorticais primários.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Medicina - Anatomia Patologia - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - 2012 - SES/SC - Médico Especialista em Anatomia Patológica

Sobre as neoplasias da glândula tireoide, é INCORRETO afirmar que:

  • A.

    o carcinoma papilar variante folicular mostra as alterações citológicas típicas do carcinoma papilar, porém com arquitetura folicular.

  • B.

    os microcarcinomas papilares são definidos como carcinomas papilares convencionais, menores que 1,0 cm de diâmetro em tamanho, e geralmente confinados à glândula tireoide.

  • C.

    focos de invasão vascular sanguínea e linfática são aspectos frequentemente vistos nos carcinomas papilares, mesmo nas lesões pequenas.

  • D.

    o carcinoma de células de Hürthle é considerado uma variante do carcinoma folicular.

  • E.

    a disseminação linfática é incomum em cânceres foliculares.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Medicina - Anatomia Patologia - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - 2012 - SES/SC - Médico Especialista em Anatomia Patológica

Ainda sobre a patologia mamária, é INCORRETO afirmar que:

  • A.

    o carcinoma lobular in situ (CLIS) é sempre um achado incindental de biópsia, já que não está associado a calcificações ou reações estromais que produzam densidades mamográficas.

  • B.

    o carcinoma ductal in situ com microinvasão é diagnosticado quando existe área de invasão estromal medindo mais de 1,0 cm.

  • C.

    o carcinoma lobular in situ (CLIS) quase sempre expressa os receptores de estrógeno (RE) e de progesterona (RP).

  • D.

    os carcinomas mamários do tipo “Luminal A” são RE positivos e HER2/neu negativos e respondem bem ao tratamento hormonal.

  • E.

    os carcinomas mamários do tipo “Basal-símile” são triplamente negativos, ou seja, não expressam RE, RP ou HER2/neu. Porém, são positivos para marcadores típicos de células mioepiteliais, como P-caderina e p63.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Medicina - Anatomia Patologia - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - 2012 - SES/SC - Médico Especialista em Anatomia Patológica

Sobre a patologia mamária, é INCORRETO afirmar que:

  • A.

    somente os carcinomas ductais se originam de células da unidade terminal ductal lobular da mama.

  • B.

    alterações morfológicas benignas, historicamente denominadas “alterações fibrocísticas”, incluem: cistos com ou sem metaplasia do epitélio de revestimento, fibrose estromal e adenose.

  • C.

    a adenose esclerosante é uma lesão proliferativa benigna da mama, caracterizada pela manutenção do arranjo lobular normal, com compressão e distorção das porções centrais da lesão.

  • D.

    a hiperplasia atípica da mama é uma proliferação celular que se assemelha ao carcinoma in situ, mas com alterações quantitativas e qualitativas insuficientes para o diagnóstico de carcinoma.

  • E.

    a maioria dos carcinomas intraductais mostra padrão de crescimento com mais de um subtipo histológico.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão: