Questões sobre Aspecto Gerais da FADEMS

O compartilhamento de arquivos e impressoras em uma rede de computadores é uma atividade cotidiana. Compartilhar é a atividade de tornar disponível na rede recursos de um computador para outros, como documentos, impressoras e outros recursos. Para ativar o compartilhamento de rede do Windows e permitir que outros usuários acessem seus recursos é necessário que

  • A.

    o firewall esteja bloqueando todas as conexões de entrada e o Compartilhamento de arquivos e impressoras para redes Microsoft esteja habilitado.

  • B.

    o computador tenha as portas de conexão do recurso em questão (arquivos ou impressoras) liberadas e o Compartilhamento de arquivos e impressoras para redes Microsoft ativo.

  • C.

    a rede do computador esteja ativa, independente da rede que o cliente esteja, e se este é alcançável ou não.

  • D.

    nas propriedades da conexão, somente a opção Clientes para Rede Microsoft esteja habilitada.

  • E.

    nas propriedades de rede a placa de rede deve estar inativa e com a opção Compartilhamento de arquivos e impressoras de rede ativada.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Provedores de serviços, como E-mails, Web (IIS e Apache), DNS, dentre outros, que geralmente ficam expostos a Internet ou diretamente públicos ou através de uma DMZ, recebem diariamente vários tipos de ataques, sejam de natureza distribuída como DDOS ou outros como negação de serviço, estouro de pilha (buffer overflow). Em um ambiente pró-ativo de segurança, sistemas de detecção de intrusão são utilizados. Dois modelos são os mais conhecidos e utilizados, o IDS e o IPS. Sobre a tecnologia que é empregada nos softwares IDS é correto afirmar.

  • A.

    IDS ou Intrusion Detection System, é o sistema que é utilizado para analisar a internet, não tendo como funcionalidade detectar pacotes com cabeçalhos reconhecidamente mal intencionados.

  • B.

    Realizam o bloqueio diretamente de tráfego considerado malicioso, bloqueando todo o tráfego de INPUT chegando no servidor.

  • C.

    A análise do tráfego deve ser feito sempre por um software IPS (Intrusion Protection System) antes de ser repassado para o IDS (Intrusion Detection System) para que a proteção ocorra antes que a detecção seja realizada.

  • D.

    IDS é uma ferramenta que pode ser confundida as vezes com um SGBD (Gerenciador de Banco de Dados), pois precisa obrigatoriamente de um para armazenar seus bancos.

  • E.

    É realizada a análise do tráfego de rede, geralmente extraindo informações dos cabeçalhos das conexões, e uma vez detectado tráfego malicioso que case com padrões previamente conhecidos, é gerado um alerta. Outros softwares podem tomar ações utilizando estes alertas.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão: