Questões de Medicina de Nefrologia

 /   /   /  Nefrologia

Pesquise mais Questões de Medicina de Nefrologia abaixo,

CESPE - SESA - ES - Médico Nefrologista Infantil - 2013
Medicina / Nefrologia

Os rins, órgãos responsáveis pela homeostase do organismo, atuam na depuração de produtos químicos endógenos e exógenos e também na manutenção do volume e da composição química dos líquidos corporais. Com relação a esse tema, assinale a opção que apresenta a estrutura constituída por célula epiteliais especializadas, responsáveis pela secreção de renina.

a) alça de Henle
b) aparelho justaglomerular
c) túbulo contorcido distal
d) túbulo contorcido proximal
e) glomérulo

CESPE - SESA - ES - Médico Nefrologista Infantil - 2013
Medicina / Nefrologia

Assinale a opção que apresenta a doença renal hereditária mais comum.

a) displasia multicística renal
b) rim esponjoso medular
c) associação VATER, acrônimo para designar a ocorrência concomitante das seguintes anomalias congênitas: V de vertebral; A de anal; TE de fístula tráqueo-esofagiana e R de renal ou radial
d) doença policística renal autossômica recessiva
e) doença policística renal autossômica dominante

CESPE - SESA - ES - Médico Nefrologista Infantil - 2013
Medicina / Nefrologia

Os primeiros relatos de associação entre insuficiência renal crônica (IRC) e doença óssea surgiram na literatura médica pediátrica há mais de um século. A osteodistrofia renal, doença secundária à IRC, está associada às alterações do metabolismo mineral. Assinale a opção que apresenta característica relacionada ao provável mecanismo dessa patologia.

a) deposição de bário nos ossos
b) resistência esquelética à ação calcêmica do paratormônio
c) metabolismo tireoidiano
d) hiposecreção do paratormônio
e) aumento da biossíntese do calcitriol

CESPE - SESA - ES - Médico Nefrologista Infantil - 2013
Medicina / Nefrologia

Insuficiência renal crônica (IRC) é definida como uma redução irreversível da taxa glomerular. A provável causa de IRC em uma criança de três anos de idade é

a) glomerulonefrite focal e segmentar.
b) glomerulonefrite membranoproliferativa.
c) uropatia obstrutiva.
d) glomerulonefrite mesangial
e) glomerulonefrite membranosa.

CESPE - SESA - ES - Médico Nefrologista Infantil - 2013
Medicina / Nefrologia

O início precoce, em geral nos três primeiros meses de vida, de quadro clínico compatível com síndrome nefrótica congênita do tipo finlandês

a) apresenta padrão de herança genética autossômica recessiva.
b) apresenta padrão de herança genética recessiva ligada ao X.
c) apresenta padrão de herança genética autossômica dominante.
d) apresenta padrão de herança genética dominante e ligada ao cromossomo X.
e) não apresenta padrão genético característico.

CESPE - SESA - ES - Médico Nefrologista Infantil - 2013
Medicina / Nefrologia

O quadro clínico denominado síndrome nefrótica pode ocorrer como consequência, em associação ou como parte de diferentes enfermidades e de múltiplas patologias renais. A causa mais comum de síndrome nefrótica idiopática primária na infância está associada a

a) glomerulonefrite membranoproliferativa.
b) glomerulopatia membranosa.
c) glomerulonefrite proliferativa mesangial.
d) lesão glomerular mínima.
e) esclerose glomerular segmentar focal.

CESPE - SESA - ES - Médico Nefrologista Infantil - 2013
Medicina / Nefrologia

Deve-se restringir cada vez mais a indicação de biópsia renal em síndrome nefrótica na infância. Com relação a esse tema, assinale a opção que apresenta fator que pode auxiliar na indicação de biópsia renal para confirmar diagnóstico primário de síndrome nefrótica idiopática.

a) alterações clínico-laboratoriais que confirmem esse diagnóstico
b) resposta clínica à terapia entre quatro e seis semanas após seu início
c) ausência de desenvolvimento de resistência aos esteroides
d) presença de proteinúria persistente de 100 mg/m²/24 h
e) início antes de um ano de idade ou após os dez anos de idade

CESPE - SESA - ES - Médico Nefrologista - 2013
Medicina / Nefrologia

O sódio é o principal íon extracelular, sendo que o seu metabolismo está correlacionado com o metabolismo de água no organismo. Acerca desse assunto, assinale a opção correta.

a) A correção rápida da hipernatremia pode causar mielinólise pontina.
b) Em casos de hiponatremia assintomática, o tratamento de escolha é a reposição de solução salina a 3%.
c) Pacientes com hipernatremia e instabilidade hemodinâmica devem receber hidratação vigorosa com solução fisiológica a 0,45%.
d) A hiponatremia hipotônica euvolêmica pode ser causada por hipotireoidismo descompensado.
e) O uso prolongado de diurético tiazídico está correlacionado com risco de hipernatremia.

CESPE - SESA - ES - Médico Nefrologista - 2013
Medicina / Nefrologia

O potássio é um íon predominante no meio intracelular, cuja regulação, depende de vários mecanismos renais e extrarenais. Acerca desse assunto, assinale a opção correta.

a) O tratamento da hipocalemia deve ser preferencialmente por via intravenosa, com solução concentrada e com rápida velocidade de infusão.
b) Onda T apiculada, alargamento do complexo QRS e achatamento da onda p são achados típicos de hipercalemia.
c) Perda elevada da capacidade digestiva está associada ao desenvolvimento de hipercalemia.
d) O uso de diurético de alça e resina trocadora de potássio deve ser a primeira medida em caso de hipercalemia com alterações eletrocardiográficas.
e) A insulina promove elevação da concentração do potássio sérico através do estímulo de captação do potássio pelo fígado.

CESPE - SESA - ES - Médico Nefrologista - 2013
Medicina / Nefrologia

Com base na Lei n.º 9.434/1997, que dispõe a respeito da remoção de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para fins de transplante e tratamento, assinale a opção correta.

a) É vedada a remoção post mortem de tecidos, órgãos ou partes do corpo de pessoas não identificadas.
b) É permitido à gestante dispor de tecidos, órgãos ou partes de seu corpo vivo.
c) É facultativo aos estabelecimentos de saúde comunicar o diagnóstico de morte encefálica às centrais de notificação, captação e distribuição de órgãos.
d) A realização de transplante ou enxerto de tecidos, órgãos ou partes do corpo humano poderá ser realizada somente por estabelecimento público de saúde e por equipes médicocirúrgicas de remoção e transplante previamente autorizados pelo órgão de gestão nacional do Sistema Único de Saúde.
e) Será vedada a presença de médico de confiança da família do falecido no ato da comprovação e atestação da morte encefálica.



Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.