Questões de Auditoria de Independência

 /   /   /  Independência

Pesquise mais Questões de Auditoria de Independência abaixo,

CFC - CFC - CNAI - Qualificação Técnica Geral - 2013
Auditoria / Independência

Determinadas situações caracterizam a perda de independência da firma de auditoria em relação à entidade para a qual está sendo prestado o trabalho de asseguração. Se um membro da equipe ou algum membro imediato da família tem interesse financeiro direto ou indireto relevante no cliente de asseguração, é criada a ameaça de interesse próprio. Nesse contexto, as salvaguardas necessárias para eliminar ou reduzir a ameaça de independência em nível aceitável seriam, EXCETO:

a) alienação do interesse financeiro direto antes de a pessoa se tornar membro da equipe de trabalho.
b) alienação total do interesse financeiro indireto relevante ou em montante suficiente para reduzi-lo ao nível não considerado relevante, antes de a pessoa se tornar membro da equipe de trabalho.
c) afastamento do membro da equipe de trabalho.
d) Nenhum procedimento de salvaguarda precisa ser adotado tendo em vista que esse membro da equipe não é o responsável tecnico pelo trabalho.

FCC - Prefeitura de São Paulo - Auditor Fiscal Tributário Municipal - Gestão Tribu - 2012
Auditoria / Independência

A independência do auditor externo da empresa Aquisição S.A. é comprometida pelas situações:
I. A empresa Aquisição S.A. comprou a empresa Ágile S.A.. A firma de auditoria da adquirente é a mesma que realizou os trabalhos de due dilligence da empresa Aquisição S.A. e de consultoria tributária no ano da aquisição para a empresa Ágile.
II. O diretor financeiro da empresa Ágile S.A é primo em segundo grau do diretor presidente da empresa Aquisição S.A.
III. A firma de auditoria indica escritórios de advocacia para a empresa Aquisição S.A. em suas contingências tributárias.

Afeta a independência do auditor externo o que consta em

a) II, apenas.
b) I, II e III.
c) I, apenas.
d) II e III, apenas.
e) III, apenas.

FCC - TRT 6ª - Analista Judiciário - Contabilidade - 2012
Auditoria / Independência

Antonius, auditor externo da empresa Albatroz S.A. conseguiu um novo contrato para a sua firma, por meio do diretor financeiro da Albatroz, seu primo de segundo grau, que será o sócio responsável pela auditoria. Em relação ao código de ética dos auditores e as normas de independência, é correto afirmar que este trabalho

a) deve ser recusado pelo auditor, pois fere as normas de independência da auditoria.
b) pode ser efetuado, visto que as normas consideram falta de independência relacionamentos com grau de parentesco até primeiro grau.
c) pode ser realizado, desde que o Antonius declare o parentesco com o diretor financeiro e declare formalmente por meio de carta sua independência.
d) será considerado nulo, uma vez que fere aos princípios éticos e legais da profissão.
e) não caracteriza falta de independência, desde que o órgão fiscalizador (CFC/CRC ) não o identifique.

CESGRANRIO - PETROBRAS DISTRIBUIDORA - Ciências Contábeis - Júnior - 2012
Auditoria / Independência

O Conselho Federal de Contabilidade indica que a condição de independência é fundamental para o exercício da atividade de auditoria. Um dos componentes básicos da independência determina que, ao longo dos trabalhos, o auditor deva necessariamente pautar-se pelo domínio do julgamento profissional, observando estritamente o planejamento dos exames, de acordo com o estabelecido na seleção e aplicação dos procedimentos técnicos e testes necessários, bem como na elaboração de seu parecer da auditoria. O componente básico da independência a que se refere a afirmativa é a (o)

a) ética
b) imparcialidade
c) objetividade
d) soberania
e) zelo profissional

CEPERJ - SEFAZ - RJ - Analista de Controle Interno 2ª Etapa - 2012
Auditoria / Independência

A norma de Auditoria relativa à pessoa do auditor, que trata da liberdade de expressão da opinião do auditor, com base nos elementos objetivos do exame realizado, e que diz que o auditor não pode deixar-se influenciar por fatores estranhos é denominada:

a) competência técnico-profissional
b) qualidade de prova
c) independência
d) oportunidade do procedimento
e) definição de papel

Instituto Movens - DNPM - Auditoria Externa - 2010
Auditoria / Independência

Entende-se como independência o estado no qual as obrigações ou os interesses da entidade de auditoria são isentos dos interesses das entidades auditadas, para permitir que os serviços sejam prestados com objetividade, com a emissão de relatórios imparciais. Assinale a opção que apresenta um serviço que NÃO caracteriza ameaça à independência.

a) Apoio em litígios, perícia judicial ou extrajudicial.
b) Assistência tributária, fiscal e parafiscal.
c) Avaliação de valores de ativos compatíveis com os registros contábeis.
d) Avaliação de empresas e reavaliação de ativos.
e) Consultoria de sistema de informação computadorizado.

CIAAR - EAOT - Contador - 2010
Auditoria / Independência

Preencha a lacuna abaixo e, em seguida, assinale a alternativa correta. Uma das características que distingue a auditoria externa é justamente _______________ que o auditor pode, e deve, manter em relação à entidade auditada.

a) o vinculo empregatício
b) a existência permanente dentro da organização
c) a programação da auditoria geral e contínua.
d) o grau de independência.

ESAF - CVM - Analista - Normas Contábeis e de Auditoria - 2010
Auditoria / Independência

Assinale a opção que indica uma ação capaz de eliminar a perda de independência da entidade de auditoria por interesse financeiro direto.

a) Fazer constar nos relatórios produzidos o tipo de interesse financeiro, a extensão desse interesse.
b) Encerrar o trabalho de auditoria ou transferi-lo a outra entidade.
c) Alienar o interesse financeiro direto antes de a pessoa física tornar-se membro da equipe de auditoria.
d) Alienar o interesse financeiro ou transferi-lo temporariamente até a conclusão dos trabalhos.
e) Comunicar às entidades de supervisão e controle a existência desse interesse e aguardar pronunciamento.

ESAF - CVM - Analista - Normas Contábeis e de Auditoria - 2010
Auditoria / Independência

Visando manter a qualidade e a credibilidade do seu trabalho, ao identificar ameaças que possam comprometer a sua independência, o auditor deve tomar a seguinte providência:

a) comunicar a direção da entidade auditada, para que sejam tomadas as providências necessárias à sua eliminação.
b) aplicar as salvaguardas adequadas, para eliminar as ameaças ou reduzi-las a um nível aceitável, documentando-as.
c) propor aos responsáveis pela entidade de auditoria a supressão das ameaças mediante acordo entre as entidades.
d) documentar as ameaças e comunicá-las aos órgãos de supervisão e controle do setor em que atua a entidade auditada.
e) eliminar as ameaças mediante comunicação aos responsáveis pela governança da entidade auditada e fazer constar tais providências no seu parecer.

CESGRANRIO - FUNASA - Auditor - 2009
Auditoria / Independência

Segundo as normas profissionais do auditor interno, este profissional, não obstante a sua posição funcional, deve preservar a sua autonomia profissional. Isto equivale, na ótica da auditoria externa, ao preceito da

a) prudência.
b) objetividade.
c) qualificação.
d) independência.
e) hierarquia.



Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.