Questões de Auditoria de Fraude e Erro

 /   /   /  Fraude e Erro

Pesquise mais Questões de Auditoria de Fraude e Erro abaixo,

FCC - SEFAZ - RJ - Auditor Fiscal da Receita Estadual de 3ª Categoria - 2014
Auditoria / Fraude e Erro

O gerente financeiro da rede de loja Mais Clara do Brasil S. A., com o objetivo de pagar menos ICMS, adulterou o valor e o registro de duas notas fiscais de vendas. De acordo com a NBC TI - Auditoria Interna, o ato praticado pelo gerente configura

a) omissão de receita.
b) omissão de imposto.
c) elisão fiscal.
d) erro intencional.
e) fraude.

CESPE - TJ - CE - Analista Judiciário - Ciências Contabeis - 2014
Auditoria / Fraude e Erro

Com relação a fraudes e erros no âmbito da auditoria, assinale a opção correta.

a) O auditor não é responsável pela prevenção de fraudes ou erros, contudo, poderá ser responsabilizado se executar programa de trabalho deficiente ou inconsistente.
b) O auditor deve sempre comunicar formalmente à administração da entidade auditada descobertas factuais envolvendo fraude, contudo, essa exigência deixa de ser impositiva nas situações em que o efeito potencial nas demonstrações contábeis for considerado irrelevante.
c) Nos testes de observância, o erro tolerável é o desvio máximo em uma classe de transação que o auditor está disposto a aceitar, já avaliada a inviabilidade de aplicação na íntegra do procedimento de controle estabelecido.
d) O auditor pode extrapolar os resultados dos erros da amostra para a população da qual foi selecionada, contudo, quando o fizer, deve sempre considerar os aspectos quantitativos dos erros encontrados.
e) Se o auditor concluir que a fraude tem efeito relevante sobre as demonstrações contábeis e que isso não tenha sido apropriadamente refletido ou corrigido, ele deverá emitir seu parecer com ressalva ou com opinião adversa.

FCC - TRT 19ª - Contabilidade - 2014
Auditoria / Fraude e Erro

O auditor verificou que houve ato intencional de omissão de informação por parte de funcionários da entidade auditada. Essa situação obrigou-o a assessorar a administração, informando-a, por escrito e de maneira reservada, uma vez que, nos termos da Resolução CFC 986/2003, trata-se de

a) erro.
b) inconsistência.
c) desvio.
d) adulteração.
e) fraude.

FBC - CFC - Bacharel em Ciências Contábeis - 2014
Auditoria / Fraude e Erro

De acordo com a NBC TA 240 - Responsabilidade do Auditor em Relação à Fraude no Contexto da Auditoria de Demonstrações Contábeis, julgue os itens abaixo e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

I. É objetivo do auditor identificar e avaliar os riscos de distorção relevantes nas demonstrações contábeis decorrentes de fraudes.
II. É objetivo do auditor obter evidências de auditoria suficientes e apropriadas sobre os riscos identificados de distorção relevante decorrente de fraude, por meio da definição e implantação de respostas apropriadas.
III. É objetivo do auditor responder adequadamente face à fraude ou à suspeita de fraudes identificada durante a auditoria.

Estão certos os itens:

a) I, II e III.
b) I e II, apenas.
c) I e III, apenas.
d) II e III, apenas.

FCC - TRT 15ª - Analista Judiciário - Contabilidade - 2013
Auditoria / Fraude e Erro

São formas de burla pela Administração, de controles que aparentemente estão funcionando com eficácia: I. Registrar lançamentos fictícios no livro diário, em especial no final do período contábil, de forma a modificar os resultados operacionais ou alcançar outros objetivos.
II. Ajustar indevidamente as premissas e alterar os jul gamentos utilizados para estimar saldos contábeis.
III. Omitir, antecipar ou atrasar o reconhecimento, nas demonstrações contábeis, de eventos e operações que tenham ocorrido durante o período das demons trações contábeis que estão sendo apresentadas.) IV. Contratar operações complexas, que são estruturadas para refletir erroneamente a situação patrimonial ou o desempenho da entidade. Está correto o que se afirma em

a) I, II e III, apenas.
b) II, III e IV, apenas.
c) I, II, III e IV.
d) III e IV, apenas.
e) I, III e IV, apenas.

CFC - CFC - CNAI - Qualificação Técnica Geral - 2013
Auditoria / Fraude e Erro

Das afirmações abaixo assinale a opção INCORRETA.

a) Sempre que for identificada a existência de uma distorção, o auditor independente deve analisar essa distorção para concluir se ela poderia estar relacionada com fraude.
b) Tendo em vista que as fraudes podem ser perpetradas pela administração da entidade, cujas demonstrações contábeis estão sendo auditadas, torna-se inócuo e, portanto, deve ser evitada a obtenção de representações da administração ou responsáveis pela governança.
c) No caso de identificação de fraude ou indicação de que ela pode existir, o auditor deve comunicar esse fato de forma tempestiva à pessoa de nível apropriado da entidade.
d) Embora o auditor independente deva observar a confidencialidade (Código de Ética) , existem situações em que ele é requerido a comunicar ao órgão regulador a fraude ou a possível existência de fraude.

CFC - CFC - CNAI - Qualificação Técnica Geral - 2013
Auditoria / Fraude e Erro

Assinale a opção INCORRETA.

a) Sempre que for identificada uma distorção, o auditor deve analisá-la para concluir se ela poderia estar relacionada com fraude.
b) O auditor só deve levar ao conhecimento da administração ou governança as situações concretas de fraude. Nos casos em que existe suspeita ou indicações não confirmadas, ele deve, primeiro, confirmar que a fraude de fato existe para então levar o assunto adiante, evitando se desgastar com os responsáveis pela administração ou governança.
c) Nos casos em que o auditor refutar a presunção de risco de fraude no reconhecimento da receita, ele deve documentar nos papéis de trabalho as razões para essa conclusão, que devem ser bem fundamentadas.
d) Dentre os fatores de risco de fraude destacam-se: a existência de incentivo ou pressão para perpetrar a fraude, oportunidade percebida para cometer a fraude e a capacidade de racionalizar a ação fraudulenta, ou seja, dar uma razão razoável para que a fraude ocorra e não chame atenção.

CESGRANRIO - Liquigás - Profissional Júnior - Auditoria - 2013
Auditoria / Fraude e Erro

Uma organização com um sistema de controles internos eficaz reduz significativamente o risco de erros ou fraudes em suas operações.
O controle interno representa, em uma organização, o

a) sistema de procedimentos adotados para uma efetiva comunicação interna, com o objetivo de redução do risco de imagem da empresa.
b) sistema de conferência de todas as operações da empresa, com os objetivos de aumentar a margem de lucro, reduzindo as perdas operacionais.
c) sistema de processamento de dados operacionais relacionados aos processos auditados internamente, gerando mais conforto para o auditor na conclusão do trabalho.
d) conjunto de procedimentos, métodos ou rotinas com os objetivos de proteger ativos, produzir dados contábeis confiáveis e ajudar a administração na condução dos negócios.
e) conjunto de técnicas adotadas para facilitar o trabalho de auditoria, tais como produção de dados estatísticos relacionados a auditorias anteriores.

FCC - TRE-CE - Analista Judiciario - Contabilidade - 2012
Auditoria / Fraude e Erro

Um auditor externo ao proceder a auditoria da empresa Grãos e Cia, constata no ano de 2010, na fase pré-operacional da unidade construída em Palmas, o custo de R$ 18.000.000,00 relativos à terraplanagem do terreno da fábrica. Foram feitos os testes, que evidenciaram que o contrato de serviços de terraplanagem foi realizado com empresa devidamente constituída juridicamente e em atividade normal. O pagamento do serviço contratado foi efetuado à empresa de terraplanagem e comprovado por pagamento eletrônico constante do extrato bancário. O auditor em procedimento complementar e diante da expressividade dos valores foi até a unidade verificar os serviços. Ao indagar alguns funcionários foi informado que o serviço de terraplanagem havia sido feito pela prefeitura da cidade, a qual também doou o terreno a empresa Grãos e Cia. Os funcionários também informaram que nunca esteve na empresa Grãos e Cia qualquer funcionário da empresa de terraplanagem contratada.

A situação evidencia uma operação de

a) erro contábil e financeiro.
b) fraude contábil e financeira.
c) ato incondicional com distorções contábeis e financeiras.
d) ato condicional, sem efeitos contábeis e financeiros.
e) falha de governança, sem impacto na auditoria.

CONSULPLAN - TSE - Analista Judiciário - Contabilidade - 2012
Auditoria / Fraude e Erro

Segundo a NBC T 12, "a Auditoria Interna deve assessorar a administração da entidade no trabalho de prevenção de fraudes e erros, obrigando-se a informá-la, sempre por escrito, de maneira reservada, sobre quaisquer indícios ou confirmações de irregularidades detectadas no decorrer de seu trabalho". Em relação à fraude e erro, assinale a alternativa correta.

a) "Fraude" e "erro" correspondem ao ato intencional de omissão de transações e operações.
b) "Erro" refere-se ao ato intencional de omissão de transações e operações.
c) O erro caracteriza-se por falta de atenção e desconhecimento de fatos.
d) A fraude caracteriza-se por má interpretação de fatos e omissões não intencionais.



Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.