Questões de Arquitetura de Gestão urbana instrumentos de gestão e nomenclatura

 /   /   /  Gestão urbana instrumentos de gestão e nomenclatura

Pesquise mais Questões de Arquitetura de Gestão urbana instrumentos de gestão e nomenclatura abaixo,

FCC - TRF 4ª - Analista Judiciário - Arquitetura - 2010
Arquitetura / Gestão urbana instrumentos de gestão e nomenclatura

Para o Sistema Viário Nacional na modalidade rodoviária, segundo o zoneamento implantado em áreas urbanas, a Via de Área Suburbana ou Intermediária (AS ou AI) é a via

a) urbana ao lado de zonas residenciais, com características comerciais e moderada rotatividade de estacionamento, separada geograficamente da ACC.
b) urbana com pequena quantidade de pedestre e pouca rotatividade de estacionamento.
c) urbana da periferia com relativo movimento de comércio e média rotatividade de estacionamento, integrada geograficamente à ACC.
d) de uma área urbana, com trânsito local que se sobrepõe aos movimentos diretos da via de área comercial central ( ACC ), com elevada procura de estacionamento e moderado trânsito de pedestres, separada geograficamente da ACC.
e) urbana com características de via comercial, com média rotatividade de estacionamento e grande fluxo de pedestre, integrada geograficamente à ACC.

FCC - TRF 4ª - Analista Judiciário - Arquitetura - 2010
Arquitetura / Gestão urbana instrumentos de gestão e nomenclatura

Para o Sistema Viário Nacional na modalidade rodoviária, Via com Acessos Parcialmente Controlados é uma via:

a) que geralmente cruza vias principais e, devido ao fluxo moderado, tem suas saídas para essas vias principais afuniladas, com sinaleiros devidamente controlados pelo horário de fluxo da via principal.
b) de modo geral, dividida para o trânsito direto, com separações de níveis nos cruzamentos principais, e sua regulamentação de acesso é controlada.
c) que cruza em nível com a via principal e tem sua saída para essas afuniladas, para que o fluxo viário seja direcionado a uma simples faixa da principal.
d) com sinaleiros inteligentes que dão acesso à via principal conforme liberação de fluxo normatizado.
e) cujo objetivo é regular o fluxo de veículos na artéria principal, não permitindo que o excesso de veículos destas vias de acesso venha a estagnar o movimento da principal, por meio de lombadas eletrônicas e sinaleiros.

FCC - ALE - SP - Agente Téc- Legislativo - Arquitetura - 2010
Arquitetura / Gestão urbana instrumentos de gestão e nomenclatura

A Prefeitura de São Paulo sancionou a Lei de Concessão Urbanística, que vai permitir a recuperação de áreas urbanas deterioradas, desocupadas ou a serem requalificadas, com investimentos da iniciativa privada.

A redefinição do papel das cidades em face do empreendedorismo como novo modelo de gestão urbana envolve os processos citados abaixo, EXCETO

a) "Intelligentsia", que é construída ao evocar uma identidade territorial homogênea, que está presente em obras consideradas referenciais para a difusão do novo modelo de reestruturação urbana.
b) "City marketing", que se constitui na orientação da política urbana no atendimento das necessidades do consumidor, seja empresário, turista ou cidadão, com a construção de uma nova imagem para a cidade.
c) "Gentrificacion", que é o processo de expulsão dos antigos moradores, por meio da conversão e transformação da função de áreas e edifícios antigos, históricos ou não.
d) "Global cities", que é a ideia de competição entre cidades no quadro da reestruturação produtiva e de globalização.
e) "Laissez-faire", que representa um princípio, proposto por economistas mais liberais, que defende que o Estado deve interferir o menos possível na atividade econômica e deixar que os mecanismos de mercado funcionem livremente.

FCC - METRO - SP - Analista Trainee - Arquitetura - 2008
Arquitetura / Gestão urbana instrumentos de gestão e nomenclatura

Com relacao ao sistema viario, caracteriza uma via classificada como de transito rapido, em conformidade com o Codigo de Transito Brasileiro . Lei no 9.503/1997:

a) acessos especiais com transito livre, sem acessibilidade direta aos lotes lindeiros; intersecoes em desnivel; travessia de pedestres em desnivel.
b) acessos especiais com transito livre; acessibilidade direta aos lotes lindeiros; intersecoes em nivel semaforizadas, travessia de pedestres em nivel.
c) acessos especiais com transito controlado por meio de pedagios; acessibilidade direta aos lotes lindeiros; intersecoes em nivel nao semaforizadas; travessia de pedestre em desnivel.
d) acessos especiais com transito livre; sem acessibilidade direta aos lotes lindeiros; intersecoes em nivel semaforizadas; travessias de pedestres em nivel.
e) acessos especiais com transito restrito a caminhoes; acessibilidade direta aos lotes lindeiros; intersecoes em desnivel; travessia de pedestres em nivel.

FCC - METRO - SP - Analista Trainee - Arquitetura - 2008
Arquitetura / Gestão urbana instrumentos de gestão e nomenclatura

A tabela abaixo apresenta conceitos de uso e ocupacao do solo:
Itens Descricao
1. Taxa de Ocupacao Maxima a. e a relacao entre a area construida computavel gratuita, inerente ao lote, e a area total do terreno.
2. Coeficiente de Aproveitamento Maximo b. e a relacao entre a area de projecao horizontal da edificacao ou edificacoes e a area do lote.
3. Coeficiente de Aproveitamento Basico c. e o exercicio do direito de construir acima do permitido pela aplicacao do coeficiente de aproveitamento basico, mediante contrapartida a ser prestada pelo beneficiario.
4. Outorga Onerosa do Direito de Construir d. e a relacao entre a area construida computavel maxima permitida no lote e a area total do terreno.
A correta correlacao dos itens da coluna da esquerda com sua respectiva descricao na coluna da direita ocorre em:

a) 1a; 2d; 3b; 4c
b) 1d; 2a; 3b; 4c
c) 1b; 2a; 3d; 4c
d) 1d; 2b; 3a; 4c
e) 1b; 2d; 3a; 4c

FCC - METRO - SP - Analista Trainee - Arquitetura - 2008
Arquitetura / Gestão urbana instrumentos de gestão e nomenclatura

A teoria do desenvolvimento urbano sustentavel recente baseia-se, dentre outras coisas, em alguns preceitos de desenho urbano, como a associacao dos fatores:

a) cidade densa e compacta, usos diversificados e transporte coletivo.
b) cidade de baixa densidade, usos monofuncionais e autosuficientes e transporte coletivo.
c) cidade de baixa densidade, usos diversificados e transporte individual de baixo consumo e pouca emissao de poluentes.
d) cidade densa, usos monofuncionais especializados e transporte alternativo.
e) cidade de baixa densidade, usos monofuncionais especializados e transporte coletivo de alta capacidade.

FCC - MPU - Analista - Arquitetura - 2007
Arquitetura / Gestão urbana instrumentos de gestão e nomenclatura

No projeto urbanístico de áreas residenciais são adotados vários critérios gerais, para atender ao conforto da população, meio ambiente e outros. É INCORRETO:

a) prever locais para comércio local e para equipamentos sociais.
b) prever locais de recreação ativa e contemplativa para todas as idades.
c) separar o trânsito do pedestre e do veículo.
d) usar menor proporção de áreas verdes públicas nas áreas habitacionais mais densas.
e) prever locais para estacionamento de moradores, visitantes e carga.



Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.