Questões da Banca UFSC

Encontre Questões da Banca UFSC com o filtro abaixo,

UFSC - UFSC - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

Quando surgiu nos anos de 1960, a Nova Arqueologia se contrapôs a certos encaminhamentos da Arqueologia Tradicional. Renfrew e Bahn (1991) apontam alguns desses contrastes. Considere as afirmativas abaixo.
I. A Arqueologia Tradicional se atém à explicação histórica, enquanto que a Nova Arqueologia, atraída pela filosofia da ciência, pensa em termos do processo cultural, buscando verificar as mudanças nos sistemas econômico e social.
II. A Nova Arqueologia considerava que os dados qualitativos possibilitariam empreender análises mais significativas do que aquelas da Arqueologia Tradicional, a qual prefere reunir o maior número de dados das sociedades do passado.
III. A Nova Arqueologia passou a chamar a atenção para a importância da formulação do projeto de pesquisa, a fim de responder, com sucesso, a problemas específicos e não somente para gerar mais informação que poderia não ser relevante.
IV. Os adeptos da Arqueologia Tradicional insistiam que os dados arqueológicos eram adequados para a reconstrução da organização social e dos sistemas cognitivos, enquanto que os adeptos da Nova Arqueologia discordavam, evocando a dificuldade de se tratar de problemas desta natureza.

Assinale a alternativa CORRETA.

a) ( ) Somente as afirmativas II, III e lV estão corretas.
b) ( ) Somente as afirmativas I e Ill estão corretas.
c) ( ) As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
d) ( ) Somente as afirmativas III e lV estão corretas.
e) ( ) Somente as afirmativas I, lll e lV estão corretas.

UFSC - UFSC - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

Os assentamentos do passado constituem atualmente uma das preocupações dos arqueólogos. Sobre este tema, indique se as afirmativas abaixo são verdadeiras (V) ou falsas (F).
( ) As atenções dispensadas aos assentamentos do passado buscam definir a distribuição espacial das antigas atividades e ocupações humanas, a partir de informações sobre a localização das áreas de moradia e outras áreas de atividades.
( ) Em um dado território, os assentamentos temporal e espacialmente articulados formam um sistema de assentamento que, além do ambiente social, é integrado pelo ambiente natural, isto é, os elementos de fauna, flora, hidrografia, e outros aspectos que poderiam ter sido aproveitados como recursos para a manutenção das populações do passado.
( ) Um assentamento arqueológico, além de refletir a tecnologia pela qual seus moradores atuaram no ambiente, permite que se observem todas as instituições socioideológicas mantidas pela população do passado.
( ) Por dependerem de informações locacionais, os estudos de assentamento são fundamentados apenas em dados sobre sítios, pois os dados sobre artefatos e ecofatos não são relevantes para definir as técnicas de exploração dos espaços que estão sendo investigados.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA, de cima para baixo.

a) ( ) V - F - F - V
b) ( ) F - V - F - V
c) ( ) V - V - F - F
d) ( ) F - F - V - V
e) ( ) V - F - V - F

UFSC - UFSC - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

Os processos de deposição e aqueles que ocorrem após o abandono do sítio, atuando na formação e transformação do registro arqueológico, constituem um dos enfoques da Arqueologia. A respeito desses processos, considere as afirmativas abaixo.
I. A distinção desses processos possibilita ao arqueólogo avaliar, por exemplo, o estado de preservação dos artefatos coletados, facilitando os posteriores trabalhos de laboratório, e permitindo verificar, por exemplo, se as fragmentações que certos artefatos apresentam foram provocadas por fatores culturais ou eventos naturais que agiram na transformação dos materiais depositados originalmente.
II. Os processos pós-deposicionais-culturais englobam as atividades deliberadas ou acidentais dos seres humanos durante a fabricação e uso dos artefatos, enquanto que os pósdeposicionais- naturais dizem respeito aos eventos naturais que determinam tanto o encobrimento quanto a sobrevivência do registro arqueológico.
III. Algumas atividades humanas que, de uma maneira geral, levam à destruição de materiais, também podem contribuir para a conservação de evidências arqueológicas; por exemplo, o fogo pode aumentar as possibilidades de sobrevivência de restos vegetais que passam a ser conservados como carvão.

Assinale a alternativa CORRETA.

a) ( ) Somente as afirmativas II e III estão corretas.
b) ( ) Somente a afirmativa I está correta.
c) ( ) Somente a afirmativa II está correta.
d) ( ) Somente a afirmativa III está correta.
e) ( ) Somente as afirmativas l e lIl estão corretas.

UFSC - UFSC - Diretor de Fotografia - 2012
Fotografia / Geral

Na linguagem cinematográfica têm-se os planos closes cut-in, que podem ser filmados de quatro ângulos de câmera. Assinale a alternativa que aponta CORRETAMENTE estes quatro modos.

a) ( ) Objetivo, subjetivo, sobre o ombro, ponto de vista.
b) ( ) Plongê, contra-plongê, lateral, frontal.
c) ( ) Alto, baixo, superior, inferior.
d) ( ) Longitudinal, helicoidal, transversal, contínuo.
e) ( ) Sequencial, cortado, interrompido, contínuo.

UFSC - UFSC - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

A estratégia metodológica conhecida como analogia etnográfica vem sendo utilizada para interpretar o comportamento das sociedades humanas passadas. Sobre o tema, indique se as afirmativas abaixo são verdadeiras (V) ou falsas (F).

( ) Esta estratégia deve ser abordada em termos de comparações mais singulares para que sejam obtidos dados mais fiéis e detalhados, considerando que visa estabelecer a continuidade cultural entre a sociedade contemporânea e as do passado. Por outro lado, também auxilia os etnógrafos em teses voltadas para o entendimento da cultura material de comunidades contemporâneas.
( ) A analogia etnográfica é um dos meios utilizados pelos arqueólogos em suas tentativas de reconstruir aspectos culturais do passado. Ela permite expandir o quadro das possíveis interpretações, principalmente de aspectos funcionais dos dados arqueológicos.
( ) Esta estratégia objetiva definir as relações entre comportamento e cultura material das populações pré-históricas e das contemporâneas, para distinguir as características que podem estar refletidas nos artefatos e ecofatos que os arqueólogos estão estudando.
( ) Nem todos os arqueólogos concordam com a eficácia das analogias, principalmente as estabelecidas a partir de estudos etnográficos. Uma das críticas mais radicais afirma que a analogia etnográfica deveria ser completamente eliminada como fonte para reconstrução do passado, por considerar que todas as culturas são únicas e, por este motivo, não ser possível garantir que qualquer traço de uma sociedade seja equivalente ao de uma outra sociedade.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA, de cima para baixo.

a) ( ) V - F - V - F
b) ( ) F - V - V - F
c) ( ) V - F - V - V
d) ( ) F - V - F - V
e) ( ) V - V - F - V

UFSC - UFSC - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

A análise da área de captação de recursos diz respeito ao entorno do sítio arqueológico que seria explorado habitualmente pelos seus antigos ocupantes. Sobre esta estratégia indique se as afirmativas abaixo são verdadeiras (V) ou falsas (F).

( ) Esta estratégia de pesquisa, além do enfoque econômico, também busca definir os limites do território de ocupação da população pré-histórica, ou seja, as fronteiras a serem por eles defendidas.
( ) Esta análise foi desenvolvida por Claudio Vita-Finzi e Eric Higgs que, revisando estudos sobre agricultores modernos, observaram que as terras situadas além de um raio de 5 km do local das residências não eram cultivadas, e no caso dos caçadores coletores a área de exploração estaria limitada até um raio de aproximadamente 10 km de seus acampamentos.
( ) A análise da área de captação de recursos pode ser aplicada em investigações de um único assentamento, buscando identificar o potencial de recursos oferecidos aos seus habitantes ( micro-análise ), bem como de vários assentamentos de um sistema cultural, buscando as estratégias de subsistência que foram desenvolvidas pela população deste sistema ( macro-análise ).

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA, de cima para baixo.

a) ( ) F - V - V
b) ( ) V - F - F
c) ( ) V - V - V
d) ( ) F - F - V
e) ( ) V - V - F

UFSC - UFSC - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

Um sítio, considerado comumente a unidade básica da pesquisa arqueológica, pode ser identificado sob uma vasta variedade de denominações, dependendo das diferenças que se quer observar, as quais podem estar relacionadas a aspectos de localização, de função, de morfologia ou ainda de tradição arqueologicamente atribuída, e assim por diante.
Indique se as afirmativas abaixo são verdadeiras (V) ou falsas (F), sobre sítios arqueológicos de Santa Catarina.

( ) Em Santa Catarina, o sítio arqueológico mais antigo, entre aqueles estudados por Rohr, datado em aproximadamente 8.000 anos antes do presente (A.P.), encontrava-se no município de Blumenau, no vale do rio Itajaí, sendo que suas evidências foram identificadas como de Tradição Alto-paranaense, caracterizada a partir de instrumentos líticos lascados.
( ) Rohr (1982) registrou no município de Urussanga um sítio de sepultamentos em pequeno abrigo sob rocha, atrás de uma queda d"água de 14 m de altura, sendo que sítios semelhantes foram registrados no planalto catarinense, associados a casas subterrâneas e galerias subterrâneas.
( ) A denominação jazida paleo-etnográfica foi sugerida por Walter Piazza para identificar certos sítios arqueológicos que cadastrou no vale do Uruguai, através do Programa Nacional de Pesquisas Arqueológicas. Estes se apresentaram com um número elevado de sepultamentos, bem conservados, associados a estratos formados por uma grande quantidade de ossos de peixe.
( ) Anamaria Beck (1968), em seu Projeto de Pesquisa A variação do conteúdo cultural dos sambaquis, declara que as formas dos sambaquis são variadas e não se concluiu, ainda, se eles seriam o produto da atividade humana, no sentido de fazer deles monumentos funerários ou de culto, locais de habitação estrategicamente colocados junto às principais fontes de alimentos e em posição de defesa aos ataques de prováveis inimigos, ou se seriam montes de lixo, restos de refeições diárias.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA, de cima para baixo.

a) ( ) V - F - V - F
b) ( ) F - V - V - V
c) ( ) F - V - F - V
d) ( ) V - F - F - V
e) ( ) F - F - V - F

UFSC - UFSC - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

No final do século XIX, os arqueólogos americanos se apropriaram dos métodos de escavação utilizados no Velho Mundo. No entanto, eles passaram a trilhar caminhos diferentes em suas tentativas de interpretar o passado, devido a certas circunstâncias contrastantes entre os dois continentes.
Assinale a alternativa que expressa CORRETAMENTE um dos contrastes entre a Arqueologia do Velho Mundo e do Novo Mundo.

a) ( ) Os arqueólogos do Velho Mundo não dispunham de sociedades indígenas como as do Novo Mundo, não podendo por isso desenvolver métodos arqueológicos aplicáveis neste continente.
b) ( ) Na Europa, os arqueólogos estavam interessados em sua própria história. Incentivados pelos ideais nacionalistas, buscavam estabelecer o quadro do desenvolvimento da civilização, enquanto que na América tinham como objetivo entender o comportamento de sociedades primitivas.
c) ( ) O desenvolvimento cultural nas Américas não tinha a mesma extensão temporal que aquela do Velho Mundo, pois a migração mais antiga no Novo Mundo aparentava ser relativamente recente e teria acontecido durante a última glaciação. Deste modo, os esquemas históricos desenvolvidos no Velho Mundo não teriam muito sentido ao serem aplicados no Novo Mundo.
d) ( ) Enquanto que no Velho Mundo havia uma enorme disponibilidade de fontes, oriundas das inúmeras pesquisas arqueológicas realizadas na França e na Inglaterra, no Novo Mundo os arqueólogos estavam apenas começando a realizar escavações juntamente com os estudos etnográficos.
e) ( ) Nessa época, o desenvolvimento da pré-história no Velho Mundo era direcionado para a evolução biológica do homem, apoiado principalmente na biologia. No Novo Mundo, os arqueólogos não tinham qualquer interesse na evolução das sociedades indígenas, mas com o estabelecimento de sequências regionais da ocupação humana nesse continente.

UFSC - UFSC - Diretor de Fotografia - 2012
Fotografia / Geral

No audiovisual, como o próprio nome indica, há elementos da ordem do audível e do visível, logo, uma obra deste tipo deve conter tanto sons quanto imagens. Com base nessa explanação, assinale a alternativa que descreve CORRETAMENTE a relação som e imagem no cinema.

a) ( ) O som e a imagem, em audiovisual, são autônomos e permanecem autônomos durante todo o tempo. Cada cena tem seu tema e o fundo sonoro serve apenas para dar destaque à cena.
b) ( ) O clima de uma cena audiovisual é constituído mais pela sonorização de fundo, com ruídos ou músicas, do que pela imagem que mostra. Uma imagem, por si só, não é tão eficiente quanto a imagem sonorizada.
c) ( ) O audiovisual, como temos visto ultimamente, é baseado quase que exclusivamente em bons atores. Tanto a imagem cenográfica quanto a sonoplastia são pouco relevantes quando se tem atores competentes.
d) ( ) Som e imagem são integrantes da produção audiovisual, como o corpo de atores, o cenário, a iluminação, os figurinos e os demais elementos desta produção. Som e imagem são apenas uma parte da produção audiovisual.
e) ( ) Embora o som e a imagem sejam autônomos em si mesmos, no contexto da narrativa audiovisual eles devem atuar sincronicamente, ou seja, agir de modo sincrético, na construção de uma só significação.

UFSC - UFSC - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

Brochado (1980) apresenta um resumo das correspondências que encontrou entre dados arqueológicos da tradição cerâmica Tupi-Guarani e informações etnográficas sobre os Tupi- Guarani, obtidas em descrições de cronistas dos séculos XVI a XVIII.
Numere a coluna 2 relacionando os dados arqueológicos da tradição cerâmica Tupi-Guarani com as informações etnográficas sobre os Tupi-Guarani, apresentadas na coluna 1.


Coluna 1

Informações Etnográficas

1. As armas usadas pelos Tupi-Guarani, tanto para caçar e pescar como para guerrear, eram todas confeccionadas de madeira: arco e flecha, tacape, dardos e lanças; mas os machados para a derrubada da mata na coivara possuíam lâminas de pedra polida.
2. As famílias extensas dos Tupi-Guarani viviam em casas de vigamento de madeira, cobertas de palha, que eram muitas vezes comunais, tinham grandes dimensões e abrigavam uma linhagem inteira. As aldeias, construídas no centro de clareiras, eram bastante móveis e constituídas de uma ou mais linhagens. O número de habitantes podia variar de menos de uma centena até dois ou três mil. No Sul, em épocas tardias, as casas eram muito pequenas e as aldeias reuniam apenas algumas dezenas de índios.
3. Os Tupi e Guarani eram conquistadores que estavam constantemente expandindo a sua área vital por meio de extensas migrações. Em muitos casos iniciaram-se processos de aculturação inter-tribal com os antigos habitantes que, quando resultaram na sua absorção, foram chamados de "Tupinização" ou "Guaranização· pelos cronistas.

Coluna 2

Dados Arqueológivos

( ) Efetivamente, não se encontram pontas de flecha, dardo ou lança confeccionados em pedra, nos sítios da tradição Tupi-Guarani, mas são características as lâminas de machado trapezoidais de pedra polida.
( ) A presença de datações absolutas e relativas cada vez mais recentes em sítios cada vez mais afastados de um centro comum indica a expansão da cerâmica da tradição Tupi-Guarani sobre uma imensa área, a partir de um centro relativamente pequeno. Observam-se fenômenos de aculturação, principalmente a adoção de traços da cerâmica da tradição Tupi- Guarani por cerâmicas de outras tradições regionais, raramente ocorrendo o inverso.
( ) Nos sítios, o local das habitações é indicado pela concentração superficial dos fragmentos de cerâmica da tradição Tupi-Guarani; porém suas dimensões podem ser calculadas e tanto as dimensões das casas como das aldeias conferem muitas vezes com as descritas para as habitações e aldeias dos Tupi e Guarani. A pouca profundidade da camada arqueológica e o número não muito grande de fragmentos acumulados indicam que efetivamente a ocupação indígena teria tido curta duração. No sul, vestígios de antigas aldeias dos Tupi- Guarani missionarizados no século XVII correspondem às descrições etnográficas de como eram antes da missionarização.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA, de cima para baixo.

a) ( ) 1, 3, 2
b) ( ) 3, 1, 2
c) ( ) 1, 2, 3
d) ( ) 2, 3, 1
e) ( ) 3, 2, 1

Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.