Questões da Banca FADURPE

Encontre Questões da Banca FADURPE com o filtro abaixo,

FADURPE - Prefeitura Igarassu - PE - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

O método de flotação é utilizado na Arqueologia para auxiliar tanto os trabalhos de campo quanto os de laboratório, na recuperação de informações sobre:

a) cronologia.
b) microfauna.
c) cultura.
d) paleopatologia.
e) mineralogia.

FADURPE - Prefeitura Igarassu - PE - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

Assinale a sequência correta das Tradições Cerâmicas que são encontradas em sítios arqueológicos das regiões Norte e Nordeste do Brasil.

a) Marajó, Santarém, Una e Tupi-guarani.
b) Marajó, Vieira, Guarita e Tupi-guarani.
c) Santarém, Guarita, Aratu e Tupi-guarani.
d) Vieira, Marajó, Aratu e Tupi-guarani.
e) Santarém, Una, Aratu e Tupi-guarani.

FADURPE - Prefeitura Igarassu - PE - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

Em laboratório, os vestígios encontrados durante a escavação de sítios arqueológicos passam por diversas etapas para a realização de sua análise. Assinale a sequência correta referente a essas etapas.

a) Lavação; numeração; contagem; separação por tipos de objetos; preenchimento de ficha própria.
b) Limpeza e higienização; numeração; catalogação e separação por tipo de material; preenchimento de ficha própria; acondicionamento.
c) Limpeza; catalogação; identificação do material; acondicionamento.
d) Limpeza e higienização; separação por tipo de material; contagem; acondicionamento.
e) Higienização; montagem das peças; numeração; separação por tipos de objetos; acondicionamento.

FADURPE - Prefeitura Igarassu - PE - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

A Portaria nº 230, de 17 de Dezembro de 2002 do IPHAN, dispõe sobre a necessidade de compatibilizar as fases de obtenção de licenças ambientais, relativas aos empreendimentos potencialmente capazes de afetar o patrimônio arqueológico, faz saber que são necessários procedimentos para a obtenção das licenças ambientais em urgência ou não, referentes à apreciação e acompanhamento das pesquisas arqueológicas no país. Segundo essa Portaria, é necessária a efetivação de três fases do licenciamento, que são:

a) fase de obtenção de licença de pesquisa documental; fase de obtenção de licença de pesquisa de campo; fase de obtenção de licença de pesquisa de laboratório.
b) fase de obtenção de licença de verificação; fase de obtenção de licença de pesquisa; fase de obtenção de licença de monitoramento.
c) fase de obtenção de licença de levantamento; fase de obtenção de licença de intervenção; fase de obtenção de licença de salvamento.
d) fase de obtenção de licença de informação; fase de obtenção de licença de atuação; fase de obtenção de licença de consolidação.
e) fase de obtenção de licença prévia; fase de obtenção de licença de instalação; fase de obtenção de licença de operação.

FADURPE - Prefeitura Igarassu - PE - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

O Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (SPHAN), atualmente denominado Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), foi criado com a finalidade de promover o tombamento, a conservação, o enriquecimento e o conhecimento do patrimônio histórico e artístico nacional. Em que ano o SPHAN foi criado?

a) 1961.
b) 1965.
c) 1945.
d) 1937.
e) 1936.

FADURPE - Prefeitura Igarassu - PE - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

Na Portaria nº 07, de 01 de Dezembro de 1988, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) estabelece os procedimentos necessários à comunicação prévia, às permissões e às autorizações para pesquisas e escavações arqueológicas em sítios arqueológicos previstos na Lei Federal nº 3.924. Segundo essa Portaria, os pedidos de permissão e autorização, assim como a comunicação prévia, devem ser dirigidos ao órgão, acompanhados de várias informações. Assinale a alternativa correta da sequência das informações solicitadas.

a) Nome do projeto; metodologia; plano de trabalho científico; relação dos sítios; material utilizado nos trabalhos de campo; prova de idoneidade financeira do projeto; indicação se for o caso, da instituição científica que apoiará o projeto com respectiva declaração de endosso institucional.
b) Nome do responsável; nome do projeto; plano de trabalho científico; cronograma de execução; meios de divulgação das informações científicas obtidas; prova de idoneidade financeira do projeto; cópia dos atos constitutivos ou lei instituidora, se pessoa jurídica, e número do registro geral, se pessoa física.
c) Nome da instituição responsável; nome e dados do responsável e da equipe técnica; definição dos objetivos; cronograma de execução; nome do projeto; prova de idoneidade financeira do projeto.
d) Nome e dados do responsável e da equipe técnica; delimitação da área abrangida pelo projeto; relação, quando for o caso, dos sítios a serem pesquisados; plano de trabalho científico; prova de idoneidade financeira do projeto; cópia dos atos constitutivos ou lei instituidora, se pessoa jurídica; indicação se for o caso, da instituição científica que apoiará o projeto com respectiva declaração de endosso institucional.
e) Nome da instituição responsável; nome do projeto, plano de trabalho científico; cronograma de execução; relação quando for o caso, dos sítios a serem pesquisados; técnicas de escavação a serem utilizadas; meios de divulgação das informações científicas obtidas.

FADURPE - Prefeitura Igarassu - PE - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

A classificação dos vestígios encontrados nos sítios arqueológicos é essencial para a compreensão da cultura material. A cerâmica é um dos inúmeros vestígios encontrados e sua análise pode ser feita conforme os objetivos da classificação que interessam ao pesquisador. Qual a sequência que caracteriza uma classificação tecnológica?

a) Antiplástico; método de manufatura; tipo de queima; decoração; tratamento das superfícies; forma; cor.
b) Alisamento; forma; tipo de queima; tipos do lábio da borda e da base; rachaduras; diâmetro da borda; cor.
c) Antiplástico; tratamento das superfícies; forma do vaso; espessura da parede; cor; tipo de queima; textura.
d) Matérias-primas; antiplástico; tratamento das superfícies; forma e tipo do lábio da borda e da base; tipo de queima; espessura da parede; tratamento pós-queima.
e) Método de manufatura; antiplástico; tratamento das superfícies; tipo de queima; tratamento pósqueima; cor; marcas de uso.

FADURPE - Prefeitura Igarassu - PE - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

O cultivo de diversas plantas que, atualmente, são consumidas de diferentes formas por todo o planeta é um dos legados mais importantes que as comunidades pré-históricas americanas deixaram para a humanidade. Das plantas listadas abaixo, quais têm origem americana?

a) Abacate, batata, amendoim, manga, banana.
b) Abacaxi, caju, milho, pupunha, cebola.
c) Abóbora, batata, mandioca, pupunha, tomate.
d) Batata, amendoim, caju, banana, cenoura.
e) Caju, feijão, milho, mamão, manga.

FADURPE - Prefeitura Igarassu - PE - Arqueólogo - 2012
Arqueologia / Geral

"O estudo das práticas funerárias tem sido o caminho trilhado pelos arqueólogos à procura de evidências de status diferenciado. Os bens encontrados nas covas e o tratamento dos corpos têm sido considerados reflexos do papel do morto na sociedade; porém, tudo é um pouco mais complicado do que isso." (MADU, 2004, p.76).

A esse respeito, analise as proposições a seguir.
1) Há uma correlação direta entre o tratamento dado ao morto e o seu prestígio em vida.
2) Os bens encontrados nas covas podem indicar o status obtido durante o desenrolar da vida do morto.
3) Os bens relacionados ao morto são essencialmente uma identificação pertinente à categoria de idade.
4) O acompanhamento funerário e o tratamento dado ao morto podem ser herdados e relacionase a sociedades mais complexas.
5) Se a sociedade é igualitária, não é esperado que crianças tenham mais bens que adultos.

Estão corretas, apenas:

a) 1, 2 e 3.
b) 2, 3 e 4.
c) 3, 4 e 5.
d) 1, 2 e 5.
e) 2, 4 e 5.

FADURPE - Prefeitura Igarassu - PE - Arqueólogo - 2012
Português / Geral

Trabalho e ética
A palavra “ética” vem do grego “ethos”, significando modo de ser, caráter, conduta, e os filósofos consideram a ética como algo imprescindível para estudar o ser humano e sua convivência com os outros, constituindo uma sociedade saudável e equilibrada.
Com escândalos estampando as manchetes dos jornais e a consequente impunidade dos envolvidos do alto escalão, todos se perguntam: esse modelo de ética e moral tem que ser revisto? Deixa de ser antiético forjar algum relatório na empresa para obter benefício próprio? Subornar um segurança para não registrar visitas à empresa fora de hora ou desvio de materiais da empresa ou uso da frota para fins não publicáveis?
Moral, por outro lado, é um conjunto de normas que norteiam as ações do ser humano, como costumes, conduta, valores, e que podem mudar de acordo com a região devido às influências culturais e históricas. Moral e ética não devem ser confundidas: moral é normativa, e ética busca a justificativa de ações do indivíduo em diversas situações. Exemplo: colocar um bem da empresa dentro da meia é algo imoral, é roubo. O autor conhece as consequências, mas eticamente não se detém, pois seu “freio moral” está deturpado por novos valores que supõe sejam os corretos, apesar de individualistas e obscenos.
Também a Lei não pode ser confundida com a ética, embora a Lei tenha seus princípios nela baseados. É importante lembrar que tudo começa na formação que os pais dão aos filhos e em como os valores adquiridos evoluem ao longo da vida da criança, na escola. Pais ausentes criarão indivíduos totalmente imprevisíveis, e isso pode ser um risco à sociedade, já que cada um reage de maneira diferente a traumas e carências.
Numa empresa, o dono é o responsável pelos atos que sua equipe realiza enquanto trabalha. Produzir algo com qualidade inferior e vendê-lo como primeira linha possibilita que o consumidor acione a Justiça para o cumprimento da ética e de seus direitos. Preconceitos, abuso de poder, assédio moral e sexual também estão na lista.
As profissões têm o seu próprio Código de Ética, que é um conjunto de normas de cumprimento obrigatório, derivadas da ética, frequentemente incorporadas à lei pública. Nesses casos, os princípios éticos passam a ter força de lei. Mesmo nos casos em que esses códigos não estão incorporados à lei, seu estudo tem alta probabilidade de exercer influência, por exemplo, em julgamentos nos quais se discutam fatos relativos à conduta profissional. Ademais, o seu não cumprimento pode resultar em sanções executadas pela sociedade profissional, suspensão temporária ou definitiva do direito de exercer a profissão.
Nosso padrão de moral e ética pessoal permite escalar o sucesso sem ferir nossos princípios e valores; determina nossa credibilidade perante o mercado; nos coloca em situação de destaque junto da organização a que pertencemos e nos confere seriedade e respeito. Ética, portanto, é item de fábrica que acompanha o profissional do futuro, que já obtém sucesso nos dias de hoje. É o perfil que as empresas, o país e o mundo precisam para reparar os danos causados por graves acidentes éticos e morais que possam ter ocorrido no passado.

Ramon Barros. Texto disponível em: http://www.artigonal.com/recursos-humanos-artigos/trabalho-eetica-1801689.html. Acesso em 17/01/2012. Adaptado.



Um tema pode ser abordado a partir de diversas perspectivas. No caso do Texto, o autor aborda o tema, privilegiadamente:

a) em sua relação com a política.
b) na perspectiva das relações familiares.
c) com foco no contexto empresarial.
d) fazendo um paralelo com a Lei.
e) comentando os Códigos das profissões.

Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.