Encontre Questões da Banca COPEVE/UFAL com o filtro abaixo,

Quantas pirâmides com altura H e base quadrada de lado L são necessárias para se obter o mesmo volume de um prisma cuja altura é 2H e cujas bases são triângulos retângulos com catetos medindo L?

  • A. 1.
  • B. 3.
  • C. 4.
  • D. 6.
  • E. 9.

Periodicamente, um cientista observou o resultado de um determinado experimento. Ele constatou que apenas dois eventos, e1 e e2, eram observáveis e que sempre apenas um deles era visto por vez. Outra constatação foi que a probabilidade de e1 ocorrer foi 25% da probabilidade de e2 ocorrer. Nessas condições, qual foi a probabilidade de e2 ocorrer?

  • A. 80%
  • B. 75%
  • C. 70%
  • D. 50%
  • E. 25%

Quantos anagramas da palavra escolas começam com a letra c?

  • A. 120.
  • B. 240.
  • C. 360.
  • D. 720.
  • E. 5040.

Sabe-se que, numa sala de aula, 20 alunos gostam de Matemática, dos quais 4 também gostam de Português e não gostam de Química. Sabe-se também que todos os 12 alunos que gostam de Química gostam, além desta matéria, apenas de Matemática. Com base nessas informações, qual o número exato de alunos dessa sala?

  • A. 20.
  • B. 24.
  • C. 32.
  • D. 34.
  • E. 36.

Das premissas “Gilberto dorme somente se Cláudio estuda”, “Antônio corre somente se Carlos nada” e “Se Antônio não corre, Cláudio não estuda”, pode-se inferir que:

  • A. se Carlos nada, Antônio corre.
  • B. se Gilberto dorme, Carlos nada.
  • C. se Antônio corre, Cláudio estuda.
  • D. se Cláudio estuda, Gilberto dorme.
  • E. se Gilberto não dorme, Carlos não nada.

A liderança estratégica pode ser definida como a habilidade de influenciar outras pessoas a tomar, de forma voluntária e rotineira, decisões que aumentem a viabilidade em longo prazo da organização, ao mesmo tempo em que mantém a estabilidade financeira em curto prazo. É característica dos líderes estratégicos:

  • A. são especialistas na sua área funcional.
  • B. enfatizam o comportamento ético e decisões baseadas em valores.
  • C. influenciam os atos e as decisões das pessoas com quem trabalham.
  • D. influenciam atitudes e opiniões das pessoas dentro da organização.
  • E. trabalham para aprimorar estratégias e novas abordagens para problemas antigos.

No Brasil, Seligmann-Silva (1994) identifica a existência de um campo de estudo interdisciplinar voltado para a análise das conexões entre saúde mental e trabalho, mediante a integração de “olhares” distintos, apresentando o conceito de desgaste como opção conceitual integradora. O desgaste psíquico foi associado, pelo autor, à imagem de “mente consumida” reunindo as seguintes abrangências:

I. quadros clínicos relacionado são desgaste orgânico da mente;

II. oscilações do humor associadas à transtornos de personalidade;

III. as variações do “mal-estar”, das quais a fadiga é uma das analisadas;

IV. desgastes que afetam a identidade do trabalhador, ao atingir valores e crenças, que podem ferir a dignidade e a esperança.

Dos itens acima, verifica-se que está(ão) correto(s)

  • A. I, apenas.
  • B. II, apenas.
  • C. II e III, apenas.
  • D. I e IV, apenas.
  • E. I, III e IV, apenas.

Dentre os modelos de explicação das relações entre saúde mental e trabalho, podemos definir duas principais correntes: a psicodinâmica do trabalho e os estudos que tratam da relação entre estresse e trabalho. Esta última vertente preocupa-se com a determinação dos fatores potencialmente estressantes em uma situação de trabalho; nessa perspectiva, Karasek e Theorell (1990) propõem um modelo com uma abordagem tridimensional, contemplando os seguintes aspectos:

  • A. exigência/influência; tensão/aquisição e suporte social.
  • B. cobrança/controle; conflito/aprendizagem e apoio social.
  • C. exigência/controle; tensão/aprendizagem e suporte social.
  • D. exigência /monitoramento; tensão/aquisição e apoio social.
  • E. cobrança/monitoramento; conflito/aprendizagem e suporte social.

No processo de diagnóstico e de intervenção do psicólogo do trabalho, a noção de carga de trabalho está intrinsecamente relacionada com o conceito de trabalho prescrito (tarefa) e trabalho real (atividade), pois a passagem do que foi prescrito pela organização do trabalho para sua realização propriamente dita implica um maior ou menor custo humano do trabalho. Nessa ótica, Ferreira e Freire (2001) classificam as duas dimensões do trabalho (o prescrito e o real) como:

  • A. fatores de risco no trabalho.
  • B. condutores prescritos e reais.
  • C. vetores da carga de trabalho.
  • D. condutores de exigências de trabalho.
  • E. vetores de acomodação e aceleração de trabalho.

No Brasil, o início dos anos 90 acompanhou a formulação da lei Orgânica da Saúde, Lei n.º 8080/1990, que inclui ações em saúde do trabalhador, e uma proposta do Ministério da Saúde que privilegiava a organização dessas ações em Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), cujas atribuições são:

I. assessorar a realização de convênios de cooperação técnica;

II. subsidiar a formulação de políticas públicas;

III. fortalecer a articulação entre a atenção básica, de média e alta complexidade para identificar e atender acidentes e agravos relacionados ao trabalho;

IV. inspecionar ambientes de trabalhos com potencial risco à saúde.

Dos itens acima, verifica-se que está(ão) correto(s)

  • A. I, apenas.
  • B. II e IV, apenas.
  • C. III e IV, apenas.
  • D. I, II e III, apenas.
  • E. I, II, III e IV.

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.

Estude Grátis © 2017 - Desde 2011